Destinos

Conselheiro Lafaiete

“O Guarani”

No século 19, uma família de músicos residia em uma casa ao lado da Matriz de Nossa Senhora da Conceição. O maestro Loureiro e seus filhos tinham uma orquestra de violinos e costumavam tocar na praça. Um deles, José, foi estudar no Rio de Janeiro.


Quando, depois do estrondoso sucesso de "O Guarani" na Itália, veio executar a célebre música no Brasil, Carlos Gomes considerou apenas dois maestros brasileiros à altura de reger a orquestra. Entretanto, um estava doente, e o outro, viajando. A escolha para a realização de tão importante tarefa recaiu, então, na pessoa do queluziano José Loureiro de Albuquerque.


A peça "O Guarani" seria apresentada em Ouro Preto. Por causa das fortes chuvas, a orquestra teve que pernoitar em Queluz. Antes de prosseguir a viagem, ela executou a belíssima peça musical no Largo da Matriz (atual Praça Barão de Queluz).


Assim, os queluzianos tiveram a honra e a felicidade de assistir talvez à primeira exibição de "O Guarani" ao público.


Fonte: Almanaque do Comércio 2008 - Conselheiro Lafaiete Sindcomércio

 

Enviar link