Destinos

Conselheiro Lafaiete

Revolução Liberal - Julho de 1842

A vila foi palco de duas batalhas na Revolução Liberal de 1842, sendo uma delas travada no Largo da Matriz (atual Praça Barão de Queluz), com vitória dos revolucionários sobre as tropas legalistas do Exército do Império.


Com o soneto "Queluz", Mário de Lima imortalizou a cena de grande sublimidade, na qual o tenente Galvão teve um filho ferido por uma bala. Morrendo em seus braços, o moço pediu-lhe que voltasse ao campo de batalha, e ele, enxugando as lágrimas, exclamou: "Tenho mais três filhos para sacrificá-los à causa da legalidade!" E voltou para o seu posto de comando.


A batalha foi desenhada por um artista que acompanhava o Exército. A obra foi reproduzida em um painel em porcelana sobre azulejo pela lafaietense Elba Seabra do Carmo, o qual pode ser visto numa parede da Agência do Banco do Brasil, em Conselheiro Lafaiete.


Fonte: Almanaque do Comércio 2010 - Conselheiro Lafaiete Sindcomércio

Enviar link