Destinos

Piedade dos Gerais

Aparições de Nossa Senhora em Piedade dos Gerais

A Primeira Aparição 
Era uma linda tarde de sábado, 19 de setembro de 1987. Iniciava-se a primavera e um novo tempo de revelações e bênçãos celestiais. 


Na tranqüila Fazenda Barro Vermelho, onde viviam o Sr. Antônio, sua esposa Maria José (D. Tilica), e seus 7 filhos: Irene (Noca), Geraldo (Ladinho), Irenize (Nizinha), Marilda, Euclides (Digão), Juliana e Antônio Augusto (Toninho). Tudo transcorria costumeiramente normal. Os filhos mais velhos trabalhavam, e os mais novos brincavam juntamente com os primos: Íris, José Mário, Inezinha e Fabiana.
Euclides e José Mário haviam saído para pescar. 


Por volta das 14h30, a Marilda, a Íris, a Inezinha e a Fabiana estavam brincando num valo próximo à casa cercado de gigantescas árvores, que exibiam cipós de todos os tamanhos. 


Elas ouviram fortes badaladas de sinos, e percebendo uma grande mudança no local, que havia se escurecido como para um forte temporal, saíram em direção à casa.


Ao se afastarem do valo, elas viram o sol a brilhar intensamente e chamaram a Juliana, que estava na varanda da casa para ver o que estava acontecendo.Quando entraram novamente no valo, a Marilda, a Íris e a Juliana se assustaram ao ver, segundo elas, um fantasma flutuando no ar.Correram a chamar pelo pai que, com uma foice na mão, percorreu minuciosamente o local sem nada encontrar.


As crianças, ao serem repreendidas pelo Sr. Antônio relataram o seguinte: a sobrinha Íris disse que sua vestimenta era branquinha. Juliana, por sua vez disse que Ela tinha a cabeça branca. E a Marilda viu que seus pés estavam descalços e não tocavam o chão, mas sim uma pequena nuvem como que de algodão. A Fabiana e a Inezinha nada tinham visto.


Orientadas pelo pai, retornaram ao local juntamente com Irenize - uma irmã mais velha - para rezar e pedir a Deus proteção.


Quando iniciaram a oração do Pai Nosso, Juliana, Íris e Marilda exclamaram juntas: “Estou vendo uma linda mulher no céu.” Irenize prostrou-se por terra a dizer: “Eu não vejo porque sou pecadora!”


O Sr. Antônio aproximando-se, tomou Juliana nos braços, que lhe disse: “Ela é linda demais , eu não consigo olhar para Ela sem chorar! O senhor não está vendo porque está cego!”


A mulher neste momento colocou a mão esquerda no coração e com a outra chamava as crianças para si.


Ainda com a Juliana nos braços, o Sr. Antônio tentou se aproximar da mulher que, afastando-se e elevando-se, sumiu no céu. 


No dia seguinte, após ajudar na Santa Missa, o Sr. Antônio. contou o acontecido ao Pároco Frei Joaquim, que dele recebeu a seguinte orientação: “Reze e deixe que as coisas aconteçam naturalmente. Não conte para ninguém e procure observar se a tal mulher trás consigo um véu, porque o véu é o símbolo da virgindade de Nossa Senhora.


Mas uma das sobrinhas do Sr. Antônio, contou para uma amiga, que contou para uma prima... 


A notícia se espalhou por toda redondeza e a rotina da família nunca mais foi a mesma. Muitos fatos extraordinários aconteceram, principalmente nos corações daquela humilde família que, sem saber, se abria para o maior acontecimento de suas vidas. 


Marilda Cleonice de Santana, tinha por ocasião desta primeira aparição 12 anos, sua irmã Maria Juliana Xavier de Santana tinha 8 anos e sua prima Íris 10 anos.


Nossa Senhora nada disse nesta primeira aparição, somente chamava com gestos as crianças para o seu coração.


A Segunda Aparição 
Acontecimentos após a primeira manifestação da Virgem Maria.


Orante e silenciosa, a família observara os conselhos do pároco Frei Joaquim. Cada qual na sua humildade, nas suas tarefas diárias aguardava a realização do Plano de Deus, sem sequer imaginar a sua grandiosidade.


Nada era igual na fazenda, a natureza parecia festejar. Até o cantar dos pássaros era diferente. Todos notavam.


Estando a família na varanda da casa, Marilda e a Juliana avistaram bem no alto do monte - onde posteriormente veio a ser o local das aparições - Maria Santíssima, com uma vela acesa na mão. Atrás dela havia um cruzeiro luminoso, e muitos carneirinhos em volta.


Ao narrarem essa visão, Sr. Antônio confiante colocou a sua vontade nas mãos de Deus e os dias foram passando.


No sábado seguinte - 26 de setembro de 1987 - veio a D. Terezinha, mãe da Íris, conversar pessoalmente com a família do Sr. Antônio sobre os acontecimentos do sábado anterior.


Enquanto conversavam, Maria Santíssima apareceu sentada no ar com um terço nas mãos e uma linda criancinha em seus braços.


Imediatamente a Marilda, a Juliana e a Íris saíram correndo como se não existisse nenhum obstáculo e chegaram ao local em que se dava a aparição.


Cuidadosamente as três perguntaram: “Quem é a Senhora?”


Maria Santíssima deu um sorriso e disse: “Sou a Mãe de vocês!”


Sem entender o sentido destas palavras, perguntaram novamente: “Qual é o seu nome?”


Neste momento a criança desapareceu de seus braços e com uma varinha prateada escreveu no ar com letras brilhantes: “EU SOU A IMACULADA CONCEIÇÃO, A MÃE DE JESUS! SOU NOSSA SENHORA!”


As crianças perguntaram então o que Ela desejava, e aí apareceu em suas mãos uma bola escura. Por cima da bola havia uma cruz brilhante. Depois Ela mostrou uma vela acesa e um buquê de rosas brancas, com uma única rosa vermelha ao centro. Ela pediu que fossem à missa e rezassem muito, e que estivessem naquele local todos os sábados às 14:30 horas.


No principio as mensagens eram escritas no ar pela Virgem Santíssima. A Marilda e a Íris apontando com o dedo iam lendo. Como a Juliana não sabia ler, ela escutava e transmitia a mensagem ao povo juntamente com a irmã Marilda e a prima Íris.


Assim as aparições começaram a acontecer todos os sábados, posteriormente passando também aos domingos, até chegarem a ser diariamente.


Com as mensagens veio a explicação dos símbolos da segunda aparição: A bola negra representa o mundo nas trevas; a cruz brilhante por cima nos lembra que Jesus deu a sua vida por nós; a vela acesa nos diz que somente a Luz de Cristo pode salvar a humanidade. O buquê de rosas brancas com uma rosa vermelha no centro quer dizer que todos têm o mesmo sangue do seu Filho Jesus. A criança nos braços representa todos os filhos de Deus. E o terço, pedido urgente de oração e de conversão.


Comemoração das Aparições
Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!
Eis que o céu se abre e nos envia a Imaculada Conceição, a Mãe de Jesus!


No dia 10 ao dia 18 de setembro, realiza-se uma novena em honra a Nossa Senhora Mãe de Piedade acompanhada por muitos peregrinos.
A comemoração das aparições de Nossa Senhora em Piedade dos Gerais é realizada no dia 19 de setembro com muita fé e louvor à Maria Mãe de Jesus. Neste dia muitos peregrinos vem das localidades mais próximas  caminhando e também alguns em romaria de outras cidades como: Belo Horizonte, Sete Lagoas, Divinópolis, Conselheiro Lafaiete, Juiz de Fora, Recreio, Carmópolis, Bom Despacho, Rio de Janeiro, Goiânia, Fortaleza e outros.


Desde 1987 a jovem Marilda Cleunice de Santana transmite a mensagem diariamente para os que aqui vêm a procura de paz e conversão. Comemorado no Vale da Imaculada Conceição esta festa religiosa atrai todos os anos milhares de romeiros de diversos lugares do país e do mundo.


Num espirito de fé os jovens visitantes participam de palestras, vigílias, louvores e da santa missa da cidade.  


Para esperar a chegada deste lindo dia romeiros permanecem unidos em vigília até as primeiras horas de 19 de setembro, louvando,rezando e no final saudando a Virgem Maria com uma salva de palmas. Os peregrinos sobem o monte que dá acesso ao local das aparições, unidos, fazendo a Via-Sacra.

 


“Levante os seus olhos. E bem lá dentro do seu coração, veja Jesus sorrindo para você, e dizendo:Eu sou a misericórdia! Todo aquele que vem a mim, terá a vida eterna!” (Trecho da Mensagem 14/09/2002) .


 Que todos aqueles que aqui vierem possam encontrar a calma e a tranqüilidade e levar a paz a todos que necessitam.


 “ . . . as mais belas coisas da vida não são vistas nem tocadas, mas sentidas com o coração . . . ”


Contato com a Comunidade do Vale da Imaculada Conceição pelo telefone comunitário 
(31) 3578-1167


Mais informações acesse o site www.aparicoes.com.br

Enviar link

© Simone Kelly Cordeiro Amorim Piedade dos Gerais - Aparição de Nossa Senhora - Simone Kelly Cordeiro Amorim Aparição de Nossa Senhora
© Simone Kelly Cordeiro Amorim Piedade dos Gerais - Aparição de Nossa Senhora - Simone Kelly Cordeiro Amorim Aparição de Nossa Senhora
© Simone Kelly Cordeiro Amorim Piedade dos Gerais - Vale da Imaculada Conceição - Simone Kelly Cordeiro Amorim Vale da Imaculada Conceição
© Simone Kelly Cordeiro Amorim Piedade dos Gerais - Vale da Imaculada Conceição - Simone Kelly Cordeiro Amorim Vale da Imaculada Conceição