Destinos

Alto Caparaó

Informações Básicas - Alto Caparaó

População
5.297 (IBGE 2010)


Área
104 km²


DDD
32


Emancipação do município
21 de dezembro de 1955


Padroeiro
Nossa senhora da Conceição


Data de comemoração
08 de dezembro


Feriados Municpais
8 de dezembro - dia do - ponto facultativo

21 de dezembro - aniversário da cidade


Adjetivo pátrio
Alto caparoense


Municípios limítrofes
Alto Jequitibá
Caparaó
Espera Feliz
Mesorregião
Zona da Mata


Microrregião
Manhuaçu


Temperatura
Média anual: 23,5ºC
Média máxima anual: 31ºC
Média mínima anual: 18,8ºC


Estação Seca
De abril a outubro
Estação chuvosa
De novembro a março


Relevo
O território onde se situa Alto Caparaó é eminentemente acidentado. O ponto mais alto do município está na Serra do Caparaó - o Pico da Bandeira - com seus 2.890 metros de altitude. Na Serra, estão outros picos de grande altitude como: o Pico do Cruzeiro com 2.861m, o Pico do Cristal com 2.798 m e o Pico do Calçado com 2.768 m, que está entre os Estado de Minas Gerais e do Espírito Santo.


Altitude da sede
240 m


Topografia
Plano: 20%
Ondulado: 30%
Montanhoso: 50%


Hidrografia
Na região predominam as bacias dos rios Itabapoana e Doce. Os rios Caparaó, José Pedro e São Domingos banham o município e deságuam no rio Manhuaçu, que, por sua vez, joga suas águas no rio Doce. Também existem o ribeirão do Cágado e o córrego da Fumaça.


Bacia
Bacia do Rio Itabapoana


Vegetação
Mata Atlântica nativa: 15%
Pasto Natural: 20%
Pasto Formado: 20%
Cultura Permanente: 40%
Cultura Anual: 2%
Reflorestamento: 2%
Inapropriáveis: 1%

A maioria da vegetação nativa do município sofreu alterações em função do cultivo do café, da criação de gado e da mineração. Restam apenas 15% de Mata Atlântica, conservada em sua maior parte no Parque Nacional do Caparaó, com mais de 25 mil hectares. As demais áreas foram transformadas em pastagens e espaços agrícolas com pequenas ocorrências de matas secundárias e cerradão.


O Parque Nacional do Caparaó foi criado na região com o objetivo de preservar o pouco de Mata Atlântica que ainda restava. Sua área total possui 31.800 hectares, sendo 30% no Estado de Minas Gerais - abrangendo os municípios de Alto do Caparão, Alto Jequitibá, Caparaó e Espera Feliz - e 70% no Estado do Espírito Santo, abrangendo Dores do Rio Preto, Divino São Lourenço, Ibitirana, Irupi e Iúna. A portaria no Estado de Minas Gerais está localizada em Alto Caparaó.

Nas partes mais baixas, a área do parque é coberta pela Mata Atlântica. Conforme vai aumentando a altitude, a vegetação também vai mudando. Portanto, nos pontos mais altos, predomina a vegetação característica de Campos Rupestres em meio a afloramentos rochosos. Até 1800m, predomina a Floresta Tropical Fluvial; de 1800m até 2400m, estão os Campos de Altitude com formações arbustivas; acima de 2400m, encontram-se os Campos Limpos em meio aos afloramentos rochosos.


Fauna
A fauna apresenta algumas espécies de anfíbios, répteis, aves e mamíferos de pequeno porte. São encontrados vários exemplares do macaco mono-carvoeiro, macuco, lobo-guará, veado campeiro, jaguatirica, onça-pintada, gato-mourisco, quati, gambá, caxinguelê, guaxinim, cuíca, paca, cachorro-do-mato e irara. Dentre as aves, destacam-se a seriema, saracura, andorinha de coleira, o jacupemba, tucano de bico preto, canário da terra, curiango da faixa branca e vários tipos de papagaio. Em altitudes maiores, encontram-se as aves de rapina como os choquinhos e outras espécies. Muitas espécies da fauna estão ameaçadas de extinção.


Principais atividades econômicas
- Fabricação de artigos de borracha e plástico
- Agropecuária e plantio de arroz, banana, cana-de-açúcar, feijão, mandioca e milho.
 

Enviar link