Destinos

Diamantina

Tapetes Arraiolos

Em Portugal a arte da Tapeçaria remonta ao século 12, mas a historia conhecida dos Tapetes de Arraiolos data de meados do século 17. Sua introdução em território português é atribuída aos mouros e sua expansão se deu no Além Tejo, na Vila de Arraiolos. Ao que consta, Arraiolos teria sido um dos locais onde fizeram pousada algumas famílias mouriscas expulsas de Lisboa a partir de 1496, por ordem do Rei D. Manoel I, o Venturoso. Dali, o artesanato arraiolense irradiou por todo Portugal, atingindo as colônias e o Brasil.


Recebendo expressiva influência da Corte Portuguesa, Diamantina constituiu-se num dos principais centros culturais do Brasil Colônia. Até hoje, a cidade guarda nos costumes, nas tradições, no casario e nas artes, aquelas traços, que um dia a ligaram, estreitamente, a Portugal.


Paradoxalmente, Diamantina, com todo o seu acervo histórico e cultural se situa numa das regiões mais pobres do País, o Vale do Jequitinhonha. As próprias características sócioeconômicas da região fizeram com que o surgimento do artesanato, sob as mais diversas manifestações, se desse de maneira natural.


Compatibilizando-se a vocação artesanal do Vale com a herança artístico-cultural portuguesa, ainda viva na cidade, confere-se ao artesanato de tapetes Arraiolos de Diamantina o cunho de autenticidade que caracteriza as produções do gênero, principalmente por ele se constituir numa das formas mais belas de representação do folclore e da tradição de um povo.

 

Enviar link