Destinos

Contagem

São Gonçalo do Amarante

São Gonçalo nasceu em Guimarães, Portugal, por volta do ano de 1200 e faleceu em 1262. Na sua biografia destaca o fato de ter andado por quatorze anos em peregrinação por Roma e pela Terra Santa. No ano de 1561, foi canonizado tendo o próprio rei de Portugal, D.João III, empenhando pela sua canonização.


O culto a São Gonçalo chegou ao Brasil com os primeiros colonizadores portugueses, tornando-se extremamente popular na colônia. Em Portugal, sua festa é comemorada dia 7 de junho. Para celebrá-lo é organizada uma semana de festejos com procissões, bandas de música e folguedos populares. No Brasil, a festa era realizada no dia 10 de janeiro. Hoje, apenas em pagamentos de promessas é que são organizadas danças e rezas.


A imaginação popular criou a lenda que São Gonçalo do Amarante é o santo casamenteiro das velhas e pode também ser invocado em assuntos de fertilidade.


'São Gonçalo está no artá,
com sua linda formusura,
quem beijá o São Gonçalo
tem a sarvação segura.'


"São Gonçalo do Amarante
casamentêro das velhas
fazei casar as moças,
que mal fizéro elas?"


''São Gonçalo ajudai-me
de joelhos eu imploro,
ajudai-me pra que eu case
com o moço que eu adoro."



Iconografia
São duas as versões iconográficas de São Gonçalo. A primeira é uma versão popular e não aprovada pela Igreja. O santo traz uma vestimenta à moda camponesa portuguesa. Um calção preso pouco abaixo do joelho, meia preta, bota braguesa (para andar em um local úmido), chapéu, capa azul e viola na mão. Certa vez, onde vivia, havia uma ponte em construção, onde Gonçalo ajudava. Depois de deixar o serviço, ia tocar viola para a conversão dos pecadores. Segundo a tradição, era uma pessoa muito alegre que gostava de tocar viola e por meio dos versos ensinava religião.


"Os caipiras e caiçaras não concebem e não conhecem a imagem de São Gonçalo sem a viola na mão. Em Portugal, São Gonçalo do Amarante não trás consigo a viola. Só no Brasil! O São Gonçalo com a viola na mão é coisa brasileira! É uma contribuição nossa à religião; sua iconografia atual é uma consagração da viola - o instrumento do meio rural. Os violeiros têm São Gonçalo como seu padroeiro - 'porque é um santo folião". (Jangada Brasil nº 14 )


"São Gonçalo do Amarante
protetor dos violeiro,
venha beijá São Gonçalo
que é o santo casamentêro."


Na segunda versão, São Gonçalo está vestido como um padre, com um terço no pescoço, e a sola dos sapatos trazem pregos para a penitência que fazia durante a celebração da missa onde dançava, cantava e tocava viola.
 

Enviar link