Destinos

São João del-Rei

Manifestações Culturais Tradicionais - São João del-Rei

Música

Bandas
- Banda de Música Theodoro de Faria
- Banda de Música do 11º Batalhão de Infantaria de Montanha “Regimento Tiradentes”
- Banda Musical Municipal Santa Cecília
- Orquestra e Coro Lira Sanjoanense (fundada em 1776, pelo Mestre de música José Joaquim de       
  Miranda. Na época a maioria dos músicos era mulata).
- Orquestra e Coro Ribeiro Bastos
- Sociedade de Concertos Sinfônicos de São João del-Rei
- Conservatório Estadual de Música “Padre José Maria Xavier”


Compositores tradicionais dos séculos 18 e 19
- Padre José Maria Xavier
- Martiniano Ribeiro Bastos
- Luiz Baptista Lopes
- Presciliano Silva
- João Feliciano de Souza


Compositores tradicionais século do 20
- Santiago Sabino Carvalho(violoncelista)
- Marcelo Ramos (regente da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais)


Corais
- Coro Gregoriano dos Coroinhas de Dom Bosco, da Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar.

Além dos sons musicais, dos instrumentos ou de vozes dos corais, característicos da comunidade de São João del-Rei, outro som musical marca a história da cidade nos momentos alegres e tristes: os sinos. A linguagem dos sinos, que mais do que uma tradição é uma forma de comunicação, pelo tipo de toque, piques e repiques, sabe-se quando é o chamado para reuniões de irmandades, missas, procissões, Benção do Santíssimo ou novenas. A comunidade sabe também se morreu um homem, uma mulher ou uma criança. Em cada igreja que toca é possível saber a qual irmandade a pessoa pertence.


São João del-Rei recebeu os seguintes cognomes, desde o século 19:
“Terra da Música”
“Terra onde os sinos falam”



Manifestações Culturais Folclóricas


Artesanato Típico

A diversidade de produção artesanal feita por pessoas de várias classes sociais e tipos de trabalhos qualifica o município como um dos mais importantes de Minas Gerais neste quesito.


- O município possui jazidas de estanho. A fábrica mais tradicional é a de John Somers. Fazem peças ao estilo medieval:  baixelas, jarras, castiçais, conjuntos para licor e também objetos com design moderno em várias peças decorativas e utilitárias;
- Ferro batido: cópias de fechaduras, chaves antigas e outros objetos decorativos antigos.
- Esculturas em ferro, sucata de metal e trabalhos em madeira;
- Cópias de mobiliário dos séculos 18 e 19 (armários, camas, bancos, aparadores, chapeleiras, oratórios e bar);
- Bordados de pontos variados como o ponto de cruz, atrás, vagonite e bainha aberta;
- Pintura em tecido, tapeçaria; tear manual;
- Trançados de taquara e palha de milho.


Culinária Típica

Inúmeros projetos para a melhoria da qualidade ao atendimento ao turista têm sido implantados no município, com a ajuda da Prefeitura, instituições e empresas que encontraram em São João del-Rei as possibilidades de crescimento turístico.


Por isso, a diversidade de bares e restaurantes com diversos tipos de alimentos e prestação de serviços de qualidade tem, a cada dia, se aprimorado, principalmente através de Festivais Gastronômicos com a ajuda do SENAC-MG, que vem diversificando a prestação de serviços gastronômicos no local.


Em São João del-Rei há vários locais onde é servida a comida típica mineira com uma apresentação agradável aos olhos e ao paladar. Mas também existem restaurantes em que se pode degustar delícias da cozinha nacional e internacional.


As cozinheiras têm tido oportunidades de fazer oficinas relativas à higiene, preparação e acondicionamento de alimentos, além de aprenderem a habilidade de dar preço aos produtos, para que possam ser vendidos de forma consciente.


Nos cardápios não falta o arroz branco, feijão “afogado” com bastante alho, um tipo de folha como a couve, almeirão, taioba, serralha e outras, acompanhadas de vários tipos de pratos cuja base é a carne de boi ou porco. A mandioca também é apreciada e servida de várias formas.


O famoso feijão tropeiro, o frango ao molho pardo, frango com quiabo, frango à caipira, tutu à mineira com a lingüiça, angu (sem sal) e torresmo não faltam! Nas mesas da cidade sempre tem a farinheira de farinha de milho e de mandioca.


Nos dias frios ou à noite, a preferência é pela canjiquinha, caldo de mocotó e caldo de feijão.


- Sobremesas: predominam os doces de leite, de frutas como figo, mamão, abóbora com coco, pêssego, goiabada, marmelada, doce de coco, pau doce, pau de mamão, cidra (acompanhada com o queijo mineiro); ambrosia e queijadinha.


Próximo à Igreja de Nossa Senhora do Rosário, há uma loja de doces em pedaços que é uma tradição de São João del-Rei. O estabelecimento oferece doces de vários tipos e qualidades envolvendo uma tradição familiar. O destaque é o doce de batata doce e o doce de figo com leite e coco.


Nas mesas de café das pousadas e hotéis sempre tem pão caseiro, biscoito frito e assado, o tradicional pão de queijo, broa de fubá e outras quitandas.
- Bebidas: Servem licores após as refeições de: folha de figo, jabuticaba, laranja, leite, jurubeba e jenipapo


Em São João del-Rei encontra-se uma variedade de cachaças servidas como aperitivo e também variados vinhos.


No mês de junho a população degusta o quentão e a canjica temperada.


Folguedos

O folguedo é uma dança dramatizada. Em Minas Gerais, este tipo de manifestação folclórica tem, em sua maioria, uma função de caráter religioso para a comunidade que o apresenta, pois, geralmente, os folguedos são originários de cultos devocionais católicos.
- Pastorinhas;
- Folias de Reis;
- Folia de São Sebastião.


Festas Religiosas e Profanas Tradicionais

Janeiro
Dia 1º: Hora Santa pela Paz Universal


1º Domingo: Epifania - Missa Solene na Igreja do Rosário
19h: Procissão “Rasoura do Menino Jesus”; Te Deum Laudamus e a Benção Santíssimo Sacramento.


Dia 06: Dia de Santos Reis
Apresentação das Folias de Reis locais e da região.
Local: caminhada nas principais ruas e visita aos presépios das igrejas. Os  fiéis páram na Igreja de Nossa Senhora do Rosário


De 11 a 19: Festa de São Sebastião
19h: Missa e Novena Solene


Dia 20: Missa Solene e Procissão de São Sebastião
Local: Catedral de Nossa Senhora do Pilar


Dia 31: Festa de São João Bosco
19h: Missa, novena e procissão.
Local: Igreja Matriz de São João Bosco.


Fevereiro

Dia 02: Missa da Purificação de Nossa Senhora
Local: Catedral de Nossa Senhora do Pilar


Dia 03: Missa de São Brás e Bênção da Garganta
Local: Catedral de Nossa Senhora do Pilar


Dia 11: Missa de Nossa Senhora de Lourdes
Local: Igreja de Nossa Senhora do Rosário, às 19h.


Data Móvel - Carnaval
O carnaval de São João del-Rei tem suas comemorações religiosas e profanas.
Eventos profanos:
Vários blocos típicos de grande adesão popular: Bloco do Pão Molhado, Copo Sujo, Alvorada, Lesma Lerda, Vamos a La Playa, Bloco das Domésticas, dentre outros.
O Bloco da Alvorada abre o carnaval às 5 horas da manhã de sábado, com foguetório e todos os participantes vestem roupas de dormir. Os pijamas variam de acordo com o gosto de cada folião.


Rituais religiosos:
Seguindo a tradicional programação:
- No domingo e segunda feira de carnaval, de 12h às 18h: exposição solene do Santíssimo Sacramento (40 horas de orações e veneração à Hóstia Consagrada).
Local: Capela Santíssimo Sacramento


- Terça-feira de Carnaval, às 13h: “Hora Santa”, com música sacra ao vivo.
Local: Capela do Santíssimo Sacramento


- Quarta-feira de Cinzas, às 7h: Bênção de Cinzas, Imposição de Cinzas e Missa;
19h: Missa e Via Sacra interna.
Local: Catedral de Nossa Senhora do Pilar


- Sexta-feira, às19h30: Primeira Via Sacra Solene externa
Local: Catedral de Nossa Senhora do Pilar


- Segundas-feiras da Quaresma, às 19h30: Via Sacra Interna, organizada pela Irmandade São Miguel .
Local: Catedral de Nossa Senhora do Pilar


- Quartas-feiras da Quaresma: às 19h30: Via Sacra Interna, organizada pela Confraria Nossa Senhora da Boa Morte.
Local: Catedral de Nossa Senhora do Pilar
Via Sacra Interna organizada pela Ordem Terceira de São Francisco de Assis.
Local: Igreja de São Francisco de Assis


- Quintas-feiras da Quaresma, às 19h30: Via Sacra Interna organizada pela Irmandade do Santíssimo Sacramento
Local: Catedral de Nossa Senhora do Pilar


- Sextas-feiras da Quaresma, às 19h: Via Sacra Interna organizada pela Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo
Local: Igreja de Nossa Senhora do Carmo


- Sábados da Quaresma, às 19h: Via Sacra Interna, organizada pela Arquiconfraria de Nossa Senhora das Mercês
Local: Igreja de Nossa Senhora das Mercês.


- Domingos da Quaresma, às 19h: Via Sacra Interna organizada pela Confraria de Nossa Senhora do Rosário .
Local: Igreja de Nossa Senhora do Rosário


Março

Data móvel: Organizam a Semana Santa com todas as cerimônias e rituais tradicionais do século 18. Em São João Del Rei a Venerável Irmandade do Senhor Bom Jesus dos Passos, inicia as comemorações da Semana Santa, duas semanas antes do Domingo de Ramos. Organizam vias-sacras nas três sextas-feiras depois do Carnaval. Percorrem um itinerário tradicional, rezando o Rosário e, em frente às capelas dos Passos, há meditação da Via dolorosa. Cantam Motetos dos Passos de autoria do Maestro Ribeiro Bastos.Terminam na Catedral, quando é executado o “Miserere” de autoria de Manoel Dias de Oliveira.


Na 4ª sexta-feira da Quaresma, às 19h, após a missa, acontece a procissão do depósito de Nossa Senhora das Dores. A procissão sai da Catedral de Nossa Senhora do Pilar e vai para a Igreja de Nossa Senhora do Carmo.


No 4º sábado da Quaresma, às 19h, após a missa, acontece a procissão do depósito da imagem de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos. Ela sai da Catedral de Nossa Senhora do Pilar e vai para a Igreja de São Francisco de Assis.


No 4º domingo da Quaresma, às 8h, na Igreja de Nossa Senhora do Carmo, os fiéis organizam a Rasoura de Nossa Senhora das Dores e a missa.
Às 9h ocorre, na Igreja de São Francisco de Assis, a Rasoura do Senhor Bom Jesus dos Passos em seguida Missa Solene.
17h30: Procissão do Encontro. As imagens saem das Igrejas, onde estão depositadas e se encontram na Praça Barão de Itambé, antigo Largo da Câmara, quando acontece o Sermão do Encontro. As crianças vestidas de anjos acompanham a imagem de Nosso Senhor dos Passos e as meninas vestidas de virgem acompanham a imagem de Nossa Senhora das Dores. A presença das Irmandades com suas opas, castiçais e cruz de guia em prata cinzelada completam o quadro religioso significativo do município, lembrando a vida social do século 18. A procissão segue para a Catedral onde acontece o Sermão do Calvário.


Na 4ª sexta-feira da Quaresma inicia-se o Setenário das Dores: ocorre normalmente às 19h30, na Catedral de Nossa Senhora do Pilar.


Na 5ª sexta-feira da Quaresma, antes do Domingo de Ramos, acontece a Procissão da Soledade. A imagem de Nossa Senhora das Dores visita os Passos, quando há a execução de Motetos das Dores de autoria do Maestro Ribeiro Bastos.


Domingo de Ramos

9h30: na Igreja de Nossa Senhora do Rosário ocorre a Benção dos Ramos e sai a Procissão que vai até à Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, onde é celebrada a Missa Solene com o Canto da Paixão.


17h30: Solene Procissão do Senhor do Triunfo, saindo da Catedral e percorrendo as ruas do centro histórico ao som do Coro Ribeiro Bastos e Banda Theodoro de Faria.


Segunda-feira Santa, às 19h: Missa e em seguida Via Sacra Solene interna, acompanhada pela Orquestra Ribeiro Bastos.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Terça-feira Santa, às19h: Missa e em seguida Via Sacra Solene interna, acompanhada pela Orquestra Ribeiro Bastos.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Quarta-feira Santa, às 19h: Ofício de Trevas com o Canto das Matinas e Laudes Solenes, Coro Gregoriano dos Coroinhas de Dom Bosco da Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, acompanhado pela Orquestra Ribeiro Bastos.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Quinta-feira Santa:
9h30: Benção dos Santos Óleos, Sacro Crisma dos Catecúmenos e dos Enfermos, realizadas pelo Bispo e todo o Clero da Diocese de São João del-Rei, abrilhantadas pela Orquestra e coro Ribeiro Bastos
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


17h: Missa Solene da Ceia do Senhor e Transladação Solene do Santíssimo Sacramento para a Capela do Santíssimo Sacramento, onde permanece até a hora da comunhão, nos rituais da Sexta-Feira Santa. Após todas as cerimônias ocorre a desnudação dos altares. As cerimônias são abrilhantadas pela Orquestra e coro Ribeiro Bastos.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


20h: Lava-pés. Os fiéis fazem o teatro do Lava-Pés e o Sermão do Mandato. O evento é abrilhantado pela Orquestra e coro Ribeiro Bastos
Local: Praça Francisco Neves (atrás da Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar)


Sexta-Feira Santa:
8h: Ofício de Trevas: Canto das Matinas e Laudes Solene. O evento é abrilhantado pelo Coro Gregoriano dos Coroinhas de Dom Bosco da Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar e pela Orquestra e Coro Ribeiro Bastos.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


12h30:
Sermão das Sete Palavras, com apresentação da Orquestra e Coro Ribeiro Bastos.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


15h: Solene Ação Litúrgica. Liturgia da Palavra, Paixão, Adoração da Cruz, Transladação do Santíssimo Sacramento da Capela para o Altar-mor e a distribuição da Comunhão para os fiéis.
A Ação Litúrgica conta com a apresentação da Orquestra e coro Ribeiro Bastos.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


20h: Sermão do Descendimento da Cruz. A encenação do Descendimento da Cruz e Procissão do Enterro do Senhor percorre as ruas do centro histórico. Todos os rituais são acompanhados pelo Coro da Orquestra Ribeiro Bastos e pela Banda de Música local.
Local: Escadaria da Igreja de Nossa Senhora das Mercês.


Sábado santo:
8h30: Ofício de Trevas com Canto das Matinas e Laudes Solene, com apresentação do Coro Gregoriano dos Coroinhas de Dom Bosco da Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar e da Orquestra Ribeiro Bastos.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


20h: Vigília Pascal. Benção do Fogo, Procissão do Círio Pascal, Canto do Exultet, Leituras, Missa Solene da Páscoa e Batizados. As cerimônias são abrilhantadas pela Orquestra e Coro Ribeiro Bastos
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Domingo da Ressurreição:
9h: Missa Solene da Ressurreição, com o Bispo e Concelebrantes. A Orquestra e Coro Ribeiro Bastos abrilhanta a missa.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


16h: Procissão Solene do Santíssimo Sacramento percorrendo o centro histórico. Normalmente as ruas estão ornamentadas com tapetes de serragens, de flores e as janelas da cidade enfeitadas. Todas as Irmandades, Arquiconfrarias e Ordens Terceiras são devidamente paramentadas com suas opas e hábitos, castiçais e cruzes, anjinhos e fiéis. Durante o percurso da Procissão ouve-se os cânticos dedicados ao Santíssimo Sacramento entoados pelo Coro Ribeiro Bastos e banda de música local.


19h: Missa e em seguida, Sermão sobre Maria Santíssima. Coroação de Nossa Senhora das Dores, quando se retiram os punhais cravados em seu peito e o diadema, sendo coroada com coroa real, encerrando-se com Te Deum Laudamus Solene. A Orquestra Ribeiro Bastos e o Coro Gregoriano dos Padres e Coroinhas de Dom Bosco da Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar se apresentam durante a missa.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Da Quarta-feira Santa até Sexta-feira Santa, na hora do Descendimento da Cruz, as igrejas do centro histórico ficam abertas à visitação. Nelas se montam “passos” e cenas da Paixão e do Novo Testamento. As imagens titulares das igrejas também são expostas. Na Capela do Santíssimo Sacramento da Catedral do Pilar, do término da Missa da Ceia do Senhor, na Quinta-feira santa até a hora da Comunhão, na Sexta-feira Santa, o Santíssimo Sacramento fica no Sepulcro para a adoração dos fiéis.


Abril

Dia 14: Tomada de Montese
- Formatura Militar alusiva à data, geralmente acontece no Momento dos Expedicionários;
- Noite musical com a banda de música do 11º Batalhão de Infantaria de Montanha e músicos convidados. Geralmente acontece no Teatro Municipal ou no Teatro do Colégio Nossa Senhora das Dores.


De 15 a 21: Semana da Inconfidência
Chegada do Fogo Simbólico, enduros, concertos e exposições.


Dia 19: Dia do Exército
Formatura Militar alusiva à data.
Local: prédio do Batalhão (aberta ao público)


Dia 21:
Homenagens a Tiradentes e ao Presidente Tancredo Neves
Eventos Cívicos.


Maio

Dia 1º: Festa de São José Operário
Missa e procissão
Local: Igreja Matriz de São José


De 1º a 30: Mês de Maria
Mês de Coroações de Nossa Senhora, realizadas por crianças vestidas de anjo, em várias igrejas da Comunidade, sempre às 19h.


Dia 13: Missa e Procissão de Nossa Senhora de Fátima
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, às 18h.


Dia 24:
- Comemoração à Bárbara Heliodora
Evento Cívico, o local é determinado pela Secretaria de Cultura.
- Dia da Infantaria: Formatura Militar alusiva à data, feita no pátio do Batalhão (aberta ao público); Concerto da Banda de música do 11º Batalhão de Infantaria de Montanha e músicos convidados, geralmente acontece no teatro Municipal ou Teatro do Colégio Nossa Senhora das Dores.


Data Móvel: Novena do Divino Espírito Santo.
Ocorre da segunda quinzena de maio a junho, dependendo da data de Pentecostes. As comemorações em homenagem à Santíssima Trindade, ocorrem no primeiro domingo após Pentecostes.
19h: Novena do Divino (9 dias que antecedem o Domingo de Pentecostes)
Local: Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos


16h (sábado que antecede o domingo de Pentecostes): Saída da Procissão da Igreja São Francisco de Assis até ao Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos conduzindo a imagem de Santo Antônio de Pádua, o Imperador Perpétuo do Espírito Santo, em liteira, com a presença do Império do Divino (damas e cavaleiros), Folias do Divino e o levantamento do Mastro.


15h: Missa Festiva com a coroação do imperador e procissão do Espírito Santo. Na entrada da procissão há queima de fogos, danças folclóricas das folias e congados locais e regionais.
Local: Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos


Junho

As festas juninas ocorrem em vários bairros, distritos e clubes sociais com a tradicional quadrilha e barraquinhas.


De 31de maio a 12 de junho: Festa de Santo Antônio, Missa e Trezena, com levantamento de mastro e espetáculo pirotécnico.


Dia 13: Missa Solene e Procissão
Local: Capela de Santo Antônio
 

De 1º a 30: Mês do Sagrado Coração de Jesus
Missa e Peregrinação, às 19h.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Dia 30: Missa e Procissão do Sagrado Coração de Jesus
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, às 19h.


Data móvel: Corpus Christi
09h30: Missa Solene
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar
16h: Procissão do Santíssimo Sacramento pelas ruas do centro da cidade.


9 dias que antecedem o último Domingo de Junho: Festa de São Gonçalo
19h: Novena de São Gonçalo Garcia
No último domingo, às 9h30: Missa Solene de São Gonçalo Garcia
18h: Procissão de São Gonçalo Garcia
Local: Igreja de São Gonçalo Garcia


Julho

De 1º a 30: Inverno Cultural - UFSJ
Oficinas, cursos, exposições, música, teatro, circo e outros.


De 07 a 16: Festa de Nossa Senhora do Carmo
Organizada pela Ordem Terceira Carmelita que promove a cerimônia de renovação dos compromissos dos membros da Ordem.
6h: Missa da Novena de Nossa Senhora do Carmo
18h30: Missa e Novena.
No dia 16, às 9h30: Missa Solene Cantada e às 17h: Missa e Procissão de Nossa Senhora do Carmo.


Dia 20: Missa e Rasoura de Santo Elias.

Local: Igreja de Nossa Senhora do Carmo, às 19h.
 

9 dias que antecedem o 1º Domingo de Agosto
19h: Novena em homenagem ao Senhor Bom Jesus do Bonfim
Local: Capela do Senhor do Bonfim


3 dias que antecedem o 1º Domingo de Agosto
19h: Procissões com terço cantado.
Local: Capela do Senhor do Bonfim


Agosto

1º domingo
Missa e Procissão do Senhor Bom Jesus do Bonfim
Local: Capela de Nosso Senhor do Bonfim
 

De 1º a 03: Festa em homenagem a São João Maria Vianney
19h: Tríduo
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Dia 04: Dia do Padre
15h: Hora Santa na Capela SS. Sacramento.
19h: Missa concelebrada
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


De 05 a 13: Festa de Nossa Senhora da Boa Morte
19h: Missa e Novena de Nossa Senhora da Boa Morte


Dia 14: Missa e procissão de Nossa Senhora da Boa Morte
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Dia 15: Festa de Nossa Senhora da Assunção e de Nossa Senhora da Glória
09h30: Missa
17h30: Procissão de Nossa Senhora da Assunção e Nossa Senhora da Glória.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Dia 25: Dia do Soldado
- Formatura Militar alusiva à data, feita no pátio do Batalhão (aberta ao Público);
- Concerto da Banda de música do 11º Batalhão de Infantaria de Montanha e músicos convidados, geralmente acontece no Teatro Municipal ou Teatro do Colégio Nossa Senhora das Dores.


9 dias que antecedem o 1º Domingo de setembro: Festa em homenagem ao Senhor Bom Jesus do Monte
19h: Novena do Senhor Bom Jesus do Monte
Local: Capela de Senhor Bom Jesus dos Montes


Setembro
1º domingo: Festa em homenagem ao Senhor Bom Jesus do Monte
17h: Procissão do Senhor Bom Jesus do Monte
Local: Capela de Senhor Bom Jesus dos Montes


De 05 a 13: Festa em homenagem ao Senhor Bom Jesus de Matosinhos
19h: Novena e Jubileu
Local: Capela de Senhor Bom Jesus de Matosinhos


Dia 07: Independência do Brasil
Festa Cívica com o Desfile da tropa do 11º Batalhão de Infantaria de Montanha pela Avenida Presidente Tancredo Neves.


Dia 14: Festa em homenagem ao Senhor Bom Jesus de Matosinhos
15h: Missa Solene da exaltação da Santa Cruz, Procissão do Santíssimo Sacramento, procissão do Senhor Bom Jesus de Matosinhos e festejos populares.
Local: Capela de Senhor Bom Jesus de Matosinhos
19h: Missa de Santa Cruz
Local: Igreja das Mercês e na Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Dia 15: Missa de Nossa Senhora das Dores
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


De 12 a 16: Festa em homenagem às Cinco Chagas de Cristo e de São Francisco de Assis
19h: Missa e Quinqüena das Chagas de São Francisco


Dia 17: Missa e Te Deum laudamus
Local: Igreja de São Francisco de Assis


De 15 a 23: Festa em homenagem a Nossa Senhora das Mercês
Missa e novena.


Dia 24: Missa Solene de N. Senhora das Mercês
18h: Procissão de Nossa Senhora das Mercês, Te Deum laudamus
Local: Igreja de Nossa Senhora das Mercês


Domingo subseqüente ao dia 24: Rasoura de Nossa Senhora do Parto


De 26 a 28: Missa e Tríduo de São Miguel Arcanjo


Dia 29: Missa e procissão do Santos Arcanjos e Bênção do Santíssimo Sacramento
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


De 25 a 03 de outubro: Festa de São Francisco de Assis
19h: Missa e Novena de São Francisco de Assis, organizada pela Ordem Terceira Franciscana.
Local: Igreja de São Francisco de Assis


Outubro

Dia 2: Procissão do Anjo da Guarda - Catedral e Rosário
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar e na Igreja de Nossa Senhora do Rosário


Dia 4: Solenidade do trânsito de São Francisco de Assis
17h: Missa Solene, Rasura de São Francisco de Assis
Local: Igreja de São Francisco de Assis


De 1º de outubro a 02 de novembro: Mês do Santo Rosário
Local: Igreja de Nossa Senhora do Rosário e Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


De 03 a 12: Festa em Homenagem a Nossa Senhora do Pilar – Padroeira da cidade
19h: Missa e Novena solene de Nossa Senhora do Pilar


De 09 a 17: Festa em homenagem a São Geraldo


Dia 18: - Procissão de São Geraldo
Local: Igreja de São Geraldo


De 19 a 27:
Festa de São Judas Tadeu
Missa de Novena


Dia 28: Missa Campal em homenagem a São Judas Tadeu
18h: Procissão
Local: Igreja de São Judas Tadeu


Último domingo: Festa de Nossa Senhora do Rosário
9h: Missa Solene.
17h: Procissão de Nossa Senhora do Rosário


Novembro

De 02 a 15: Aniversário dos Cemitérios - Missas e visitações


De 16 a 22: Semana da Música
Concertos: Bandas, orquestras e corais em locais diversos.


Dia 22: Festa em homenagem a Santa Cecília
18h: Missa e Procissão de Santa Cecília
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Dia 19: Dia da Bandeira
Formatura Militar alusiva à data, feita no pátio do Batalhão (aberta ao público)


De 29 a 7 de dezembro: Festa de Nossa Senhora da Conceição
Novena da Imaculada Conceição de Nossa Senhora
Local: Igreja de São Francisco de Assis


Dezembro

Dia 1º: Aniversário do Batalhão
- Formatura Militar alusiva à data, feita no pátio do Batalhão (aberta ao público)
-Concerto da Banda de música do 11º Batalhão de Infantaria de Montanha e músicos convidados, geralmente acontece no Teatro Municipal ou Teatro do Colégio Nossa Senhora das Dores.


Dia 8: Festa em homenagem a Nossa Senhora da Conceição
9h: Missa Solene Cantada da Imaculada Conceição de Nossa Senhora
19h: Rasoura de N. S. da Conceição
Local: Igreja de São Francisco de Assis
9h30: Missa de N. S. da Conceição do Amparo
Local: Igreja de São Gonçalo Garcia


A partir da segunda quinzena: Pastorinhas e Folias de Reis começam a visita às casas que fazem o presépio.


Dia 13: Festa em homenagem a Santa Luzia
19h: Missa e Procissão de Santa Luzia
Local: Igreja de São Gonçalo Garcia


De 16 a 24: Festa em homenagem ao Menino Jesus
19h: Novena Solene do Natal
Local: Igreja de Nossa Senhora do Rosário e na Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Dia 24: Festa em homenagem ao Menino Jesus
00 hora: 1ª missa solene do Natal
Local: Igreja de Nossa Senhora do Rosário e na Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Dia 25: 2ª Missa solene do Natal, às 10h.
19h: Te Deus Laudamus
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar


Dia 31: Missa e Te Deus Laudamus, às 19h.
Local: Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar



Figuras e Personalidades típicas

• Bárbara Heliodora Guilhermina da Silveira
Bárbara Heliodora
Inconfidente Mineira. Esposa do Inconfidente Alvarenga Peixoto.


• Francisca de Paula de Jesus
Nhá Chica
Conhecida como a "Santinha do Distrito do Rio das Mortes" e a "Santinha de Baependi"


• Tancredo de Almeida Neves
Tancredo Neves
Presidente do Brasil


• Aristides Junqueira
Procurador Geral da República, no governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso


• Doutor Paulo de A. Lustosa
Criador da famosa "Cera para dor de dente Doutor Lustosa"


• Doutor Mateus Salomé de Oliveira
Deputado


• Cardeal Dom Lucas Moreira Neves


• Professor Aureliano Pereira Corrêa Pimentel
Comendador da Ordem Rosa


• Felisberto Caldeira Brant
Contratador de Diamantes


• Doutor Francisco Januário da Gama Cerqueira
Conselheiro


• Doutor Francisco de Paula Bicalho
Engenheiro


• Doutor Gastão da Cunha
Embaixador


• Doutor Guilherme Bastos Milwald
Médico, engenheiro e cientista


• Doutor João Batista dos Santos
Visconde de Ibituruna


• Doutor João Martins de Carvalho Mourão
Ministro


• Doutor José Carneiro Felippe
Engenheiro e cientista


• Doutor Lourenço José Ribeiro
Conselheiro e 1º Comendador da Constituição Política do Império de 1824


• Manuel Jacinto Nogueira da Gama
Marquês de Baependi


• Murilo Valentim Canavez
Operário-Padrão do Brasil


• Nadir Dias Figueiredo
Empresário e industrial


• Capitão-Capelão Antonio Álvares da Silva
Padre Frei Orlando
Herói da II Guerra Mundial


• Doutor Raul de Almeida Magalhães
Cientista


Literatura


• Alexina de Magalhães Pinto
Primeira folclorista brasileira


• Baptista Caetano de Almeida
Fundador da 1ª Biblioteca Municipal de Minas Gerais


• Basílio de Magalhães
Historiador


• Otto Lara Resende
Jornalista e escritor


• Franklin de Almeida Magalhães
Poeta e jornalista


• Maria Eugênia Celso
Poetisa, cronista, educadora, jornalista, escritora e conferencista


Funcionam de maneira ativa:
• Instituto Histórico e Geográfico
• Academia de Letras de São João del-Rei


Bibliografia 
Jornal Estado de Minas: Sabores de Minas, Belo Horizonte, 2006.
Secretaria Estadual de Cultura: Primeiro Censo Cultural de Minas Gerais. Belo Horizonte.
Secretaria Estadual de Cultura, 1995. Guia da Região Central.
RIBEIRO, Wagner – História da Terra Mineira – Editora FTD, 1996
Revista da Fundação João Pinheiro, Belo Horizonte/MG
Texto: São João del-Rei, Como entender, proteger e viver a cidade. Belo Horizonte, 1984
Revista Fundação João Pinheiro
São João del-Rei – a região, a cidade, o patrimônio de história e arte. Belo Horizonte, 1983
VIEGAS, Augusto Notícias de São João del-Rei BH Imprensa Oficial - 1942
APOCALYPSE, Mary - Histórias e Lendas de Minas Gerais,Espírito Santo e Rio de Janeiro - Antologia Ilustrada do Folclore Brasileiro- Literart - 1962
Textos da Secretaria Municipal de Turismo de São João del-Rei
Secretaria Estadual de Cultura. Primeiro Censo Cultural de Minas Gerais. Belo Horizonte.
Secretaria Estadual de Cultura,1995, Vol. Guia da Região Central.


Sites:
http://www.cultura.saojoaodelrei.mg.gov.br/?Pagina=personalidades
www.radiosaojoaodelrei.am.br
www.gazetadesaojoaodelrei.com.br
www.ufsj.edu.br
www.delreinoticias.com.br
www.igrejadecristo.org.br/sjdelrei  

Enviar link