Destinos

Pedra Azul

Cova de São Sabino

Às margens de uma estrada em Pedra Azul, encontra-se uma humilde capela, sempre com muitas velas à sua porta. Sua construção foi motivada por uma triste história narrada em uma lenda.


Em uma das muitas versões, conta-se: Sabino, moço humilde e ingênuo, foi envolvido maldosamente numa armadilha, pela qual uma jovem donzela, hospedada na fazenda de seu patrão, foi engravidada por um dos filhos do fazendeiro. Pressionada, a moça foi obrigada a apontar Sabino como culpado pela gravidez. Por esse fato, os jagunços do fazendeiro, por ordem desse, espancaram e esquartejaram o inocente Sabino, cujos restos foram enterrados em um local afastado e ermo, de difícil acesso.


No dia do parto, que apresentou sérias complicações, corria a parturiente grande risco de vida. Sentindo-se na iminência da morte, a jovem dirigiu-se, em atitude de profunda prece a Sabino, suplicando-lhe auxílio e perdão para não morrer. Prometeu que, se ela e seu filho se salvassem, construiria uma capela no local onde o corpo fora enterrado.


Salva da morte, ela cumpriu sua promessa, construindo a capela. O mato que encobria a cova foi retirado do local, e a cova, aberta. Então, todos tiveram uma grande surpresa, isto é, o corpo de Sabino inteiramente recomposto, como se nunca tivesse sido esquartejado. Assim, Sabino ganhou a fama de santo.


Fonte: denapedraazul.blogspot.com.br

Enviar link