Destinos

Tiradentes

Luiz Vaz de Toledo e Piza

Cronologia
Nasceu: 1739
Faleceu: 1807, em Angola
Filiação: Timóteo Correia de Toledo e Úrsula Isabel de Melo
Natural de Taubaté/SP


Formação
Não consta que tenha tido alguma educação formal


Atividades
Minerador
Juiz de Órfãos – Vila de São José del-Rei
Escrivão da Ouvidoria – Luanda, Angola


Trajetória de Vida
Foi o único filho da família Toledo Piza que não seguiu a carreira eclesiástica. Inclusive o pai, após ficar viúvo, se ordenou padre e foi vigário de Pindamonhangaba. Apesar de possuir terras  onde se desempenhava serviços de mineração e do cargo público, sempre viveu na “dependência” do poderoso  e abastado  irmão, Padre Toledo. Na ocasião da sua prisão, em 1789, possuía sete filhos nas idades que variavam de 22 a 2 anos de idade.


Na famosa festa de batizado dos filhos de Alvarenga Peixoto, na hora do brinde,  apregoou que ele mesmo cortaria a cabeça do governador. “Luiz aparece nos documentos como um homem falador, propagandista, e, em certas passagens, autovangloriador.” (Márcio Jardim).  Entre as pessoas que aliciou, estavam Rezende Costa pai e filho, Francisco Antônio de Oliveira Lopes e Joaquim Silvério dos Reis. O irmão e Tomás Antônio Gonzaga foram claramente contrários ao aliciamento de Silvério.


Em 24 de junho de 1789, se entregou após ter tentado uma fuga, quando começaram as prisões. No final do ano, já se encontrava preso na Ilha das Cobras, no Rio de Janeiro. Recebeu a pena de morte, que depois foi comutada em degredo. No dia 5 de maio de 1792, embarcou para África na corveta Nossa Senhora de Guadalupe. Sua pena foi degredo perpétuo em Cambembe, Angola.

Enviar link