Destinos

Tiradentes

Vitoriano Gonçalves Veloso

Cronologia
Nasceu: data desconhecida
Faleceu: data desconhecida
Natural da Vila de São José del-Rei (Tiradentes)/MG


Formação
Não consta que tenha tido educação formal


Atividade
Alfaiate
Alferes no Regimento de Cavalaria Auxiliar


Trajetória de Vida
O Alferes Vitoriano Veloso, único mulato entre o grupo dos inconfidentes, era morador do arraial do Bichinho, que pertencia, na época, a Vila de São José del-Rei. Foi notável sua presteza em levar a mensagem de Francisco Antônio de Oliveira Lopes sobre a prisão de Joaquim José da Silva Xavier e Joaquim Silvério dos Reis ao Tenente Coronel Francisco de Paula Freire de Andrada e aos inconfidentes que, por acaso, encontrasse.Conforme levantamento feito pelo pesquisador Tarquínio de Oliveira, o inconfidente percorreu 240 quilômetros em três dias e duas noites entre Prados e Vila Rica. Foi inquirido oito vezes seguidas em curtos intervalos. Com seus depoimentos ficavam esclarecidos os últimos dias do movimento. No segundo depoimento é que os inquisidores percebem a rapidez  com que fez o trajeto citado. Foi inquirido pela sétima vez em 22 de janeiro de 1790. “Aí, foi “esquecido”  na cadeia até que fosse remetido ao Rio de Janeiro um ano depois, 22 de janeiro de 1791, para “dormir” mais alguns meses (um ano e três meses) na prisão e esperar a sentença. Levou para o cárcere apenas um livro de orações – “Horas Mariana”.(Márcio Jardim).


Sua pena foi o degredo perpétuo para Moçambique, depois reduzida para 10 anos.No dia 16 de maio de 1792, cumpriu sua pena adicional - açoitamento e três voltas em redor da forca. O motivo de tal pena era por Vitoriano ser mulato. Embarcou no dia 22 de maio com destino a Moçambique, no navio Nossa Senhora da Conceição – Princesa de Portugal. Foram seus companheiros de viagem: Tomás Antônio Gonzaga, Vicente Vieira da Mota, José Aires Gomes, João da Costa Rodrigues, Antônio de Oliveira Lopes e Salvador Carvalho do Amaral Gurgel.


Homenagem
O antigo distrito da cidade de Prados, conhecido como Bichinho, hoje se chama Vitoriano Veloso.

Enviar link