Destinos

Mariana

Distrito de Passagem de Mariana

Entre Ouro Preto e Mariana, está o Distrito de Passagem de Mariana. Este nome foi oficializado em  1938; até então, sua denominação era Passagem. O grande atrativo do distrito é a Mina da Passagem.


A mina foi explorada desde a segunda década do século 18 até a década de 80 do século 20. Já foram seus proprietários: o Barão Von Echwege, que dirigiu a Sociedade Mineralógica da Passagem; o inglês Thomas Bawden; a Anglo Brazilian Gold Mining Company Limited; The Ouro Preto Gold Mines of Brasil Limited; e o Grupo Ferreira Guimarães. Oficialmente, foram exploradas 35 toneladas de ouro.


A Mina da Passagem se localiza dentro da área geológica mais conhecida do Pré-Cambriano brasileiro, a do Quadrilátero Ferrífero. Espacialmente, a associação Ouro-Ferro nesta região central do Estado de Minas Gerais é uma constante e constitui um fenômeno metalogenético singular. Geográfica e geologicamente, a Mina da Passagem se localiza no extremo sudeste do Quadrilátero Ferrífero.


O visitante percorre 315 m de extensão em uma vagoneta sobre trilhos presa por um cabo de aço movido a ar comprimido e chega a 120 m de profundidade.  A temperatura dentro da mina varia de 17º a 20ºC.


Uma tradição bicentenária do distrito é Festa em honra a Nossa Senhora da Glória, que se realiza no mês de agosto. A histórica imagem de Nossa Senhora da Glória percorre as casas da paróquia nos nove dias antecedentes ao início da Novena.


Em 1979, sobre o Cruzeiro, uma antiga moradora, Dona Efigênia de Acácia, deu seu depoimento: “O lugar onde se encontra a cruz é muito perigoso, pois ali acontecem mortes e acidentes. Muitas pessoas embriagadas, ou adormecidas, morriam ao despencarem lá embaixo. Por este motivo, foi colocada uma cruz ali para proteger os passantes. Certa vez, uma carroça derrubou a cruz e eles, imediatamente, a recolocaram no lugar, pois todos respeitavam a proteção que ela oferece. Por desafio, algumas pessoas tentaram retirar a cruz, mas foram impedidos por uma serpente que lá se encontrava. Nunca mais ninguém tentou arrancá-la, pois temem, até hoje, que a serpente  surja para aqueles que se aventurem aproximar-se com tais intenções.”


Um dos orgulhos do distrito é a centenária Sociedade Musical Santa Cecília.


Atrativos

Capela Nossa Senhora da Glória

A capela é tombada pelo IPHAN. Registrada no Livro Belas Artes. Inscrição: 415. Data: 21 de maio de1954.Cemitério dos ingleses

Cruzeiro

Morro de Santo Antônio

Passos da Paixão


Localização: 5 km do centro de  Mariana.

Enviar link