Destinos

Araxá

Complexo do Barreiro

  • Araxá - Decorações - Grande Hotel - Vinícius Horta
  • Araxá - Vitrais - Grande Hotel - Vinícius Horta
  • Araxá - Vitrais - Grande Hotel - Vinícius Horta
  • Araxá - Decorações - Grande Hotel - Vinícius Horta
  • Araxá - Grande Hotel - Vinícius Horta
  • Araxá - Grande Hotel - Vinícius Horta
  • Araxá - Grande Hotel - Vinícius Horta
  • Araxá - Araxá - Grande Hotel e Termas - Maria Lucia Dornas
  • Araxá - Grande Hotel e Termas - Maria Lucia Dornas
  • Araxá - Grande Hotel e Termas de Araxá - Maria Lucia Dornas
  • Araxá - Vitral das Termas de Araxá - Maria Lucia Dornas

Hoje, o Complexo do Barreiro é uma das melhores atrações turísticas de Minas Gerais e a maior  de Araxá. Além de ser um local extremamente agradável, o complexo tem fama nacional pelo fabuloso poder medicinal de suas águas e da lama. É ideal para o lazer e descanso, bem como para captar excelentes energias. Distante 5 km do centro da cidade, o complexo está incrustado entre colinas e muito verde. “Totalmente restaurado, o Barreiro é um quadro vivo, de rara beleza que enche os olhos.” (Prefeitura Municipal de Araxá). 


O primeiro estudo geológico da região foi feito em 1886 pelo Dr. Orville Derby e, no mesmo ano, o Dr. Mello Brandão realizou a primeira análise clínica das águas. Simultaneamente, seu companheiro, Dr. Joaquim Gonçalves Ramos, prescreveu pela primeira vez, com critério médico, banhos para fins terapêuticos a um paciente tuberculoso.


Esta é, a rigor, a primeira referência que se tem sobre o uso das águas do Barreiro como recurso no tratamento de doenças. Quatro anos mais tarde, 1890, o Conselheiro J. M. Caminhoá apresentou à Academia Nacional de Medicina um trabalho intitulado 'Estudo das Águas Minerais'. É evidente que o interesse despertado pelas águas do Barreiro e suas propriedades é de longa data, mas a primeira iniciativa quanto ao seu beneficiamento, sua captação e utilização sistemática data de 1891, quando o Dr. João Teixeira Álvares obteve da Câmara Municipal de Araxá o privilégio para sua exploração e industrialização, fundando, na cidade, um hospital para tuberculosos.


Esse local tem características vulcânicas. Ali, ocorreram transformações geológicas profundas há 80 milhões de anos.     


Na década de 20 do século 20, o local já havia atraído a elite para as temporadas de banhos, que se aliavam aos jogos. “A partir do final do século da década de 30, a política de interiorização do governo do presidente Getúlio Vargas levou a implantação de um projeto arquitetônico na cidade daquela que seria, segundo o slogan da época,” a maior e mais bela estância hidromineral do continente. ”A execução do projeto levou seis anos para conclusão e, ao final, a população deslumbrou-se com o resultado. O Grande Hotel sediou inúmeros congressos, encontros nacionais e internacionais e, por muitas vezes, atraiu para seus salões o centro do mundo político e social da época. Seu cassino funcionou entre 1944 e 1946, dando-lhe ainda mais glamour.” (Tropical Grande Hotel)


O Complexo do Barreiro é formado por :


Fonte D. Beja, a água mais radioativa do Brasil


Fonte Andrade Júnior


Parque do Hotel Rádio


Mata da Cascatinha


Bosque


Lago do Barreiro


Capela do Barreiro


Grande Hotel e as Termas


Hotel Colombo


Hotel da Previdência


Estrada velha Araxá  - Barreiro


Praça de Esportes


O nome Barreiro vem em decorrência da lama que se forma a partir das fontes naturais da região. Além das fontes e da Mata da Cascatinha, com suas formações vegetais na área da encosta, outro atrativo natural do local é o Lago do Grande Hotel, com 1,5 Km de diâmetro, onde a prática da pesca amadora é permitida. Segundo os esotéricos que procuram a região, ali se concentra uma. Há, ainda, as opções de ciclismo na Estância do Barreiro e de trekking para a Queda da Cascatinha (1,8 Km a partir do Grande Hotel por trilha sinalizada). Outra opção de caminhada é a trilha até o Parque do Cristo (a partir do bairro Santa Rita), de onde se tem uma vista panorâmica de Araxá.


O Complexo Hidrotermal e Hoteleiro do Barreiro é tombado pelo IEPHA
Registrado com Categoria: Conjunto Paisagístico - 1ª Metade Século 19
Tombamento: Decreto - Constiutição Estadual   Ano: 1989.

Enviar link