Destinos

Belo Horizonte

Senac
  • Logo Senac Minas
  •  
  • Hotel Grogotó
  • unidade

Savassi - Praça Diogo Vasconcelos

  • Belo Horizonte  - Praça da Savassi - Café Três Corações - Matheus Ventura
  • Belo Horizonte - Praça da Savassi - Maria Lucia Dornas
  • Belo Horizonte - Estátua em homenagem à Roberto Drummond - Maria Lucia Dornas
  • Belo Horizonte - Estátua em homenagem à Roberto Drummond - Maria Lucia Dornas
  • Belo Horizonte  - Estátua em homenagem à Roberto Drummond - Maria Lucia Dornas
  • Belo Horizonte - Estátua em homenagem à Roberto Drummond - Maria Lucia Dornas
  • Belo Horizonte - Placa da Estátua de Roberto Drummond - Maria Lucia Dornas
  • Belo Horizonte - Estátua em homenagem à Henriqueta Lisboa - Maria Lucia Dornas
  • Belo Horizonte - Estátua em homenagem à Henriqueta Lisboa - Maria Lucia Dornas
  • Belo Horizonte - Placa da Estátua de Henriqueta Lisboa - Maria Lucia Dornas
  • Belo Horizonte - Estátua em homenagem à Henriqueta Lisboa - Maria Lucia Dornas
  • Belo Horizonte - Praça da Savassi - Maria Lucia Dornas

Por aqui desfila o charme belo-horizontino. A Savassi acolhe mulheres elegantes, adolescentes, intelectuais, executivos, profissionais liberais e muita gente mais. Um local bem movimentado, mas agradável.


A área conhecida como Savassi fazia parte do bairro dos Funcionários, mas devido ao fato de ter se tornado tão famosa e ter uma atividade econômica tão dinâmica, a Prefeitura de Belo Horizonte, através da Lei n° 5872, reconheceu e estabeleceu a Região da Savassi com seus limites em 14 de março de 1991.


Na década de 40, havia na praça Diogo de Vasconcelos, hoje coração da Savassi, uma padaria pertencente a uma família italiana de sobrenome Savassi. Famosa pela qualidade do seu pão, a padaria se tornou um ponto de referência. Os belo-horizontinos, ao mencionarem o lugar, chamavam-no de Praça da Savassi, o nome assim se cristalizou. Na década de 50, foi inaugurado o Cine Pathé que marcou época na cidade, os estudantes de colégios da elite localizados na região começam, então, a freqüentar o local.


No início da década de 70, Belo Horizonte começou a conhecer um novo tipo de estabelecimento comercial que fez alvoroço na elite e na classe média alta - as butiques, com roupas e atendimento diferenciados. Essas lojas começaram a se instalar nas proximidades da praça da Savassi. Logo após, vieram os bares e a região aos poucos foi deixando de ser uma área estritamente residencial para se tornar uma área de comércio sofisticado. Na década de 80, a Savassi já estava totalmente consolidada na vida da cidade como um centro comercial e a principal área de restaurantes e barzinhos.


Hoje centenas de lojas, agências bancarias, agências de turismo, consultórios médicos, escritórios, livrarias, galerias de arte, hotéis, academias de ginásticas, salões de beleza e cursos de idioma dão vida a Savassi.


A Savassi está presente na vida da cidade também em ocasiões especiais como nos jogos da Copa do Mundo, nas finais de campeonatos estaduais ou quando algum time mineiro está no final de um campeonato nacional.


Quando Belo Horizonte foi inaugurada, a praça tinha o nome de Treze de Maio. Em 1943, ela passou a se chamar Diogo de Vasconcelos, em homenagem ao advogado, político e historiador nascido em Mariana no ano de 1843. Diogo é autor de dois clássicos da historiografia mineira: História Antiga e História Média de Minas Gerais.


As delimitações da Região da Savassi
Começa na praça Tiradentes, formada pela confluência da avenida Brasil com avenida Afonso Pena, segue a avenida Brasil até a praça da Liberdade incluindo toda esta praça, sobe pela rua da Bahia até a avenida do Contorno, desta até a esquina de avenida do Contorno com avenida Afonso Pena, na praça Milton Campos. Da praça Milton Campos segue pela avenida Afonso Pena, por esta até a esquina com avenida Brasil, voltando ao ponto inicial.

 

 

Enviar link