Destinos

Viçosa

Apresentação

  • Viçosa - Universidade Federal de Viçosa - Maria Lucia Dornas
  • Viçosa - Viçosa - Casa Arthur Bernardes - Maria Lucia Dornas
  • Viçosa - Monumento a Arthur Bernardes - Maria Lucia Dornas
  • Viçosa - Ig. Matriz Santa Rita de Cássia - Maria Lucia Dornas
  • Viçosa - Detalhe da Ig. Matriz Santa Rita de Cássia - Maria Lucia Dornas
  • Viçosa - Ig. Matriz Santa Rita de Cássia - Maria Lucia Dornas
  • Viçosa - Universidade Federal de Viçosa - Maria Lucia Dornas
  • Viçosa - Ouvidoria da Universidade Federal de Viçosa - Maria Lucia Dornas

Conhecimento, cultura, muito agito, juventude, pessoas de diferentes partes do País e um descontraído cotidiano de cidade universitária, fazem de Viçosa um dos municípios mais importantes da Zona da Mata.


A história do município tem início em 1800, quando o padre Francisco José da Silva recebeu a autorização para construir uma capela dedicada a Santa Rita. Ao redor da capela, desenvolveu-se um povoado que ficou conhecido como Santa Rita do Turvo.


Em 1871, o povoado foi elevado a município e cinco anos depois passou à categoria de cidade com o nome de Viçosa de Santa Rita, em homenagem a Dom Antônio Ferreira Viçoso, bispo de Mariana. Apenas em 1911, o município adquire a denominação atual.


Nessa época, o município ficou conhecido como importante pólo de comercialização agrícola e atividades econômicas associado ao cultivo do café. Em 1920, o então presidente do Estado de Minas Gerais, Arthur da Silva Bernardes, compreendeu que algo novo teria de ser introduzido para o desenvolvimento econômico da região. Resolveu então incluir em seu programa de governo três projetos. Um dos projetos foi dedicado à infra-estrutura de energia e transporte; a construção da Companhia Força e Luz de Viçosa e a expansão da estrada de ferro Leopoldina Railway até a cidade. Os outros na área educacional; uma escola de nível médio, destinada à formação prática dos filhos de pequenos agricultores e outra de nível superior, a Escola Superior de Agricultura e Veterinária (ESAV), criada pelo Decreto nº 6.053, de 30 de março de 1922, que originou a Universidade Federal de Viçosa (UFV).


Com a construção da ESAV, Arthur Bernardes pretendia trazer para a cidade tecnologia e estudos relacionados à produção agrícola da cidade. Para organizar e construir o que viria a ser o campus, o presidente contou com o trabalho de dois admiráveis profissionais, cada qual em suas respectivas especialidades. Dos Estados Unidos, trouxe o Professor Peter Henry Rolfs, pesquisador na área de Fitopatologia e diretor da Escola de Agricultura da Flórida. E, da vizinha Ponte Nova, o engenheiro civil João Carlos Bello Lisbôa, formado na Escola Politécnica de São Paulo. Ambos exerceram o cargo de diretor da nova escola. Rolfs, o primeiro, e Bello Lisboa, o segundo.


Os primeiros cursos aconteceram em 1926 e, para marcar a abertura da escola, foram construídas quatro pilastras, delimitando as duas vias de acesso. Na parte frontal de cada uma delas, inscreveram-se as letras E, S, A e V, sigla de Escola Superior de Agricultura e Veterinária.


A Escola de Agricultura e o Colégio de Viçosa passavam por um período de grande desenvolvimento e expansão. A escola superior adquiriu renome em todo o País, o que motivou o governo a federalizá-la em 15 de julho de 1969, com o nome de Universidade Federal de Viçosa.


Em 2006, as pilastras foram reformadas, e as palavras Estudar, Saber, Agir e Vencer substituíram as iniciais dos escritos originais e se tornaram o lema da universidade. As palavras também ganharam tradução para o latim (Ediscere, Scire, Agere e Vincere). Apenas a primeira palavra não ganhou fiel tradução, isso porque o verbo estudar em latim corresponde a "studere", começado em "s", o que alteraria a primeira inicial, a palavra foi traduzida por Ediscere (Aprender), garantindo a continuidade da sigla – ESAV.


Hoje a UFV é uma das mais conceituadas universidades federais de Minas Gerais, e o município ainda conta com mais três instituições de ensino superior: ESUV, Faculdade de Viçosa e UniViçosa. Toda essa estrutura de ensino, aliada a uma população de quase 80 mil pessoas, entre elas diversos estudantes universitários, proporciona a Viçosa um estilo de vida diferente e muita movimentação nos diversos bares, choperias, lanchonetes e restaurantes espalhados pela cidade.

Enviar link

Região Turística
Zona da Mata
  • Prefeitura
  • praça do Rosário, 5 - Centro
    CEP  36570-000
    31  3891-3714


    Site Oficial


    Prefeito
    Celito Francisco Sari
    Vice-prefeito
    Angelo Chequer

  • Cidades próximas:
  • Ponte Nova
  • São Geraldo
  • São Miguel do Anta
  • Visconde do Rio Branco