Destinos

Cabo Verde

Apresentação

  • Cabo Verde - Cabo Verde - vista panorâmica - Acervo/Prefeitura de Cabo Verde
  • Cabo Verde - Bairro Chapadão - Cabo Verde - Acervo/Prefeitura de Cabo Verde
  • Cabo Verde - Praças - Cabo Verde - Acervo/Prefeitura de Cabo Verde
  • Cabo Verde - Escolas de Cabo Verde - Acervo/Prefeitura de Cabo Verde
  • Cabo Verde - Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção - Acervo/Prefeitura de Cabo Verde

Cabo Verde, cidade café!


O município que nasceu da atração pelo ouro existente na região encontrou na lavoura sua grande riqueza. O café de Cabo Verde destaca-se como um dos melhores do Brasil.


A cidade, que teve sua vida construída pela cafeicultura, emprega cerca de oito mil pessoas, e aproximadamente três mil e quinhentos trabalhadores se deslocam para o município vindos do Estado do Paraná e do norte de Minas para ajuda na colheita.


“Nestes campos, nestas terras
Onde a vida se refaz
Vêm os filhos de outras terras
Encontrar abrigo e paz .“

Maria do Carmo Ornelas / Hino de Cabo Verde


Além da renda e empregos gerados, os cafezais de Cabo Verde também são um atrativo por ser a vegetação de maior destaque da região. As lavouras produtivas estão em equilíbrio com as matas que cobrem as áreas de reserva, protegendo várias nascentes de água pura que brotam na serra.


Nessas áreas já foram identificadas mais de 300 espécies de aves, beija-flores, frutos e plantas. As florestas preservam populações significativas de árvores raras de madeira-de-lei como os jequitibás (Cariniana sp) e as perobas (Aspidosperma sp) e várias espécies da fauna ameaçadas de extinção como o sagüi-da-cara-branca (Callitrix aurita), macaco-sauá (Callicebus personatus), pavó (Pyroderus scutatus) e o tariri (Picramnia ramiflora).


A cidade café faz questão de ser lembrada também por suas antigas manifestações culturais por meio da valorização dos tradicionais festejos das Folias de Reis, concursos como o “Rainha do Café" e grupos folclóricos tais como: Caiapós, Capoeira, Violeiros, Folia de Reis. Além da fanfarra do Colégio Estadual, a qual tem se destacado em beleza e elegância, promovendo o nome da cidade.


O município, um dos mais antigos do Sul de Minas, tem sua origem em agosto de 1762. Motivado pela riqueza encontrada na região, o padre José Veríssimo de Carvalho, acompanhado de seus irmãos Antônio e João e de alguns escravos, acampou no lugar e iniciou a construção de uma igreja sob a invocação de Nossa Senhora da Assunção, enquanto seus irmãos se entregavam à busca do ouro. Veríssimo João de Carvalho, natural da cidade de Ribeira do Pena, fundou o Arraial de Nossa Senhora do Assunção de Cabo Verde. Mais tarde, em 30 de outubro de 1866, aconteceu a emancipação político-administrativa do município e em 1877 adquiriu foro de cidade.


Quanto à denominação do lugarejo, duas versões explicam a origem do nome. A primeira conta que o nome teria sido dado pelos irmãos Veríssimo de Carvalho, desbravadores da região, porque o local se assemelhava à Ilha de Cabo Verde, terra natal deles. A versão mais aceita, porém, conta que o lugar, rico em jazidas minerais, atraiu um grande número de garimpeiros em busca de ouro e pedras preciosas. Um dia, surpreendidos por uma tempestade às margens do ribeirão Assunção, eles deixaram suas ferramentas ao fugir em busca de abrigo. Ao retornarem, vários dias depois, encontraram uma das enxadas com o cabo cheio de brotos; a partir desse momento a cidade passou a ser conhecida como Cabo Verde.

Enviar link

Região Turística
Sul de Minas
  • Prefeitura
  • avenida Oscar Ornelas, 152 - Centro
    CEP  37880-000
    35  3736-1220


    Site Oficial


    Prefeito
    Edson José Ferreira
    Vice-prefeito
    Reginaldo Roberto da Silva

  • Cidades próximas:
  • Alfenas
  • Botelhos
  • Guaxupé
  • Juruaia
  • Monte Belo
  • Muzambinho
  • Poços de Caldas