Destinos

Jacutinga

Apresentação

Capital Nacional das Malhas


Jacutinga é um dos principais destinos de turismo de compras do Estado, são produzidas cerca dois milhões de peças/mês. A produção representa 30% da produção nacional de malhas retilíneas e exporta para mais de 30 países. A produção é comercializada em mais de setecentas lojas.


O município foi reconhecido como estância hidromineral pela lei 5524 de 16 de setembro de 1970.


Uma puríssima água mineral é engarrafada diretamente da Fonte São Clemente, que jorra 36 mil litros por dia. Além da Fonte São Clemente, o local possui um pátio para recreação e um mirante.


A História
Em 1771, o território que hoje está estabelecido o município de Jacutinga pertencia à paróquia de Ouro Fino.


Em 1803, há registros de moradores na Região do Pico da Forquilha. O povoamento não se deu apenas pela abertura dos caminhos para Ouro Fino, mas anos antes seguindo os cursos dos rios Mogi, na época chamado de Mogi-Abaixo; pelo sul, o povoamento seguiu os cursos do ribeirão de São Paulo e, ao sul, o rio Eleutério. A ocupação dessas áreas acabou por gerar conflitos entre a demarcação dos limites de São Paulo e Minas Gerais.


Waldemar de Almeida Barbosa, no Dicionário Geográfico de Minas Gerais, cita o Capitão Antônio Correia de Abranches Pizzaria como um dos primeiros povoadores do sertão de Jacutinga.


Outro nome citado é Antônio Pessoa de Lemos, natural de Sabará, que estabeleceu uma fazenda na barra do ribeirão de São Paulo.


Os herdeiros de Antônio Pessoa, através de uma permuta, transferiram a Fazenda ao Capitão Antônio Correia. Em 1817, todas as terras do capitão  foram vendidas a José Francisco Fernandes.


Outro pioneiro do povoamento local, José Francisco Fernandes, solicitou através de uma petição dirigida ao Bispo de São Paulo a autorização para a construção de uma capela. Em 26 de março de 1835, o bispo assinou a autorização.


Só doze anos mais tarde, a capela foi concluída. Nesse período, aparece nos documentos o Santo Antônio do Jacutinga ou Santo Antônio da Jacutinga para designar o local que já possuía muitas casas ao redor do templo.


A capela da localidade de Santo Antônio do Jacutinga foi visitada pelo Bispo de São Paulo em 1856.


Em 1871, por forma do Decreto-Lei Provincial, o bairro é elevado à Freguesia.


Nas últimas décadas do século 19, famílias italianas, portuguesas e espanholas se estabeleceram na Freguesia de Santo Antônio do Jacutinga.


O governo provincial criou em 1880 o município de Ouro Fino e marcou as divisas entre as freguesias de Ouro Fino e Borda da Mata. Está registrado no artigo 1:


“O novo município se comporá das seguintes freguesias: Ouro Fino, como sede, e elevada à categoria de cidade; Jacutinga e Monte Sião, desmembradas do município de Pouso Alegre;  Campo Místico, desmembrada do município de Jaguari.”


Em 1894, o distrito ganhou um impulso com as novas obras: um prédio na esquina da rua da Penha, esquerda de quem sobe a rua Capitão José Pinto, para ser o mercado, “chafariz” nos quatro cantos da Freguesia, um matadouro, instalação de 50 lampiões de gás e placas foram colocadas em onze ruas.


Às quinze horas do dia 14 de março de 1897, a população escutou o apito de um trem, era o primeiro a alcançar as terras de Jacutinga e parar na Estação “Silviano Brandão”. O trem pertencia à Estrada de Ferro Vale do Sapucaí. O nome da estação foi uma homenagem ao ex-presidente do Estado de Minas Gerais, pois foi Silviano quem lutou pela passagem da ferrovia por Jacutinga.


No dia 16 de setembro de 1901, pela lei 319, o distrito foi elevado a município, passando a se chamar apenas Jacutinga.


O nome jacutinga é referente a um tipo de ave do gênero Pipile muito encontrada na região. É também conhecida como jacuapeti, jacupará ou peru-do-mato.


Enviar link

Região Turística
Sul de Minas
  • Prefeitura
  • praça dos Andradas, 75 - Centro
    35  3443-1022


    Site oficial


    Prefeito
    Noé Francisco Rodrigues
    Vice-prefeito
    Luiz Carlos Crivelaro

  • Cidades próximas:
  • Albertina
  • Andradas
  • Borda da Mata
  • Monte Sião
  • Ouro Fino
  • Poços de Caldas
  • Pouso Alegre