Destinos

Resende Costa

Apresentação

  • Resende Costa - Peças em tear manual - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Torre da Mat. de N.S. da Penha de França - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Vista do Parque do Campo - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Arredores da cidade - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Arredores da cidade - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Milagre dos pães - Matriz N.S. da Penha - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Santa Ceia - Matriz N. S. da Penha - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - São Roque - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Nossa Senhora da Penha de França - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - São Roque - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Aspecto urbano - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Resende Costa - Matriz N. Sra da Penha de França - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Fogão a lenha - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Peças em tear manual - Vinícius Horta
  • Resende Costa - Bonecas de pano - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Peças em tear manual - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Artesanato - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Artesanato em madeira - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Bonecas e galinhas de pano - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Tear manual - Fábio Carvalho
  • Resende Costa - Tear manual - Fábio Carvalho

Ao entrar em Resende Costa, o visitante já depara com um bonito colorido nas janelas das casas e nas portas do comércio. São as cores do seu notável artesanato têxtil. A cidade transpira as técnicas de trabalho no tear trazidas para a Colônia pelos portugueses. Raras eram as mulheres na Capitania das Minas que não dominavam o processo da tecelagem que, na época, era utilizada para fabricação de peças de uso doméstico.


Resende Costa preservou tão bem essa arte, que hoje ela se tornou importante para a sua economia, deixando de ser uma atividade feminina para envolver famílias inteiras. A produção local pode ser adquirida no comércio de vários estados brasileiros e até no exterior. É um trabalho que atrai turistas e lojistas de toda parte que ali encontram um tear mineiro autêntico, bonito e de qualidade.


A história do local começa com o pequeno povoado da Laje, originário de um rancho de apoio a tropeiros e viajantes. Ali, no final da década de 40 do século 18, foi construída uma capela em homenagem a Nossa Senhora da Penha de França, a pedido de João Francisco Malta. Como os fazendeiros e familiares iam ao local para participar das festas religiosas, acabaram construindo casas próximas à capela para abrigá-los durante os festejos. Em pouco tempo, lá estavam instaladas várias famílias, como a do inconfidente José de Rezende Costa, o que fez com que o Arraial da Aplicação de Nossa Senhora da Penha de França da Laje fosse mencionado várias vezes nos Autos da Devassa. Em 1911, o arraial foi elevado à cidade com o nome de Resende Costa, em homenagem aos dois inconfidentes: Rezende Costa, pai, e Rezende Costa, filho.


Hoje, além do belo artesanato, a cidade conserva sua bela Matriz de Nossa Senhora da Penha de França, com seu interessante Museu de Arte Sacra. De seus mirantes, a Laje de baixo e a Laje de cima, os turistas podem apreciar uma vista pitoresca dos férteis campos do Circuito Trilha dos Inconfidentes. Foi devido a essas formações rochosas, verdadeiras lajes naturais, que o local ganhou, no passado, o nome de Arraial das Lajes.


Na zona rural, Resende Costa dispõe ainda de três cachoeiras: a do Povoado dos Pintos, a do Povoado de Taboado e a do Distrito de Jacarandira.


Vale lembrar que, também aos sábados e domingos, as lojas de artesanato funcionam das 8h às 18h.

 

 

Enviar link

Região Turística
Central
  • Prefeitura
  • rua Maria Cândida de Andrade, 91
    32 3354-1366
    32 3354-1655


    Prefeito
    Adilson Avelino de Resende - PT
    Vice-prefeito
    João de Paiva Filho

  • Cidades próximas:
  • Barbacena
  • Coronel Xavier Chaves
  • Oliveira
  • Prados
  • São João del-Rei
  • Tiradentes