Destinos

Curvelo

Apresentação

  • Curvelo - Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Interior da Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Interior da Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Interior da Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Interior da Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Leo Drummond
  • Curvelo - Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Basílica São Geraldo - Leo Drummond
  • Curvelo - Matriz Santo Antônio - Leo Drummond
  • Curvelo - Matriz Santo Antônio - Leo Drummond
  • Curvelo - Praça Benedito Valadares - Leo Drummond
  • Curvelo - Praça Benedito Valadares - Leo Drummond
  • Curvelo - Vista parcial Curvelo - Leo Drummond
  • Curvelo - Estação - Leo Drummond
  • Curvelo - Estação Ferroviária de Curvelo - Leo Drummond
  • Curvelo - Estação - Leo Drummond
  • Curvelo - Estação - Leo Drummond
  • Curvelo - Estação - Leo Drummond
  • Curvelo - Estação - Leo Drummond

O município mineiro de Curvelo, na região Central, une dois grandes atrativos: as belezas naturais e três grandes festividades - a Exposição Agropecuária, o Forró e a Oitava de São Geraldo, conhecidas nacionalmente, que movimentam o setor turístico e animam a cidade. A Oitava de São Geraldo é celebrada na segunda basílica do mundo, construída em homenagem ao santo. A importância do município se acentua por ocupar as primeiras posições na produção agropecuária e ser pioneira na indústria têxtil mineira.


Curvelo é considerado um dos municípios mais arborizados do Estado, segundo dados do Instituto Estadual de Florestas (IEF). É comum encontrar, principalmente na avenida central, as espécies sibipiruna, oiti e pequi, a maioria com mais de 60 anos. As árvores oferecem uma agradável sombra para as pessoas que descansam ao ar livre e também o frescor para a população e os turistas. Para completar, diversos ribeirões cortam o município, já que ele está localizado entre as bacias dos rios São Francisco, das Velhas, Paraopeba, Cipó e Bicudo.


Na década de 30 do século 18, o povoamento da região teve início com o padre Antônio de Ávila Curvelo. Natural de Rio Real, Bahia, faleceu em seu sítio de Santo Antônio, no dia 20 de setembro de 1749.


O vigário era colado da freguesia de Nossa Senhora do Bom Sucesso e Almas, com matriz na Barra do Rio das Velhas. O local onde foi construída a sua residência, e que, mais tarde, viria a ser o município de Curvelo, era jurisdicionado daquela freguesia.


Em 1730, foi construída a capela dedicada a Santo Antônio; iniciou-se, em torno dela, o povoado de Santo Antônio da Estrada. O primeiro vigário foi o padre Dom Carlos José de Lima, que foi processado por inconfidência, ou seja, acusado de trair o rei e seu ministro marquês de Pombal. O vigário foi mandado para Lisboa e julgado, por ter foro especial.


Somente em 1751, as sesmarias passaram a ser freguesia de Santo Antônio do Curvelo, futuro distrito do município de Sabará. No dia 13 de outubro de 1831, o município de Curvelo foi desmembrado do de Sabará e criado por decreto da Regência.


Hoje, o município oferece boa infraestrutura para os moradores, como duas fundações hospitalares, indústrias e uma instituição de ensino superior - Faculdade de Ciências Administrativas de Curvelo (FAC).


Enviar link

Região Turística
Central
  • Prefeitura
  • avenida Dom Pedro II, 487 - Centro
    CEP: 35790-000


    Site Oficial


    Prefeito
    Maurílio Soares Guimarães
    Vice - prefeito
    Marcos Dupim Mattoso

  • Cidades próximas:
  • Cordisburgo
  • Corinto
  • Datas
  • Gouveia
  • Presidente Juscelino
  • Santo Hipólito