Turismo

Circuitos

Caminho Novo

© Acervo/Prefeitura de Juiz de Fora Juiz de Fora - Centro Cultural Bernardo Mascarenhas - Acervo/Prefeitura de Juiz de Fora Centro Cultural Bernardo Mascarenhas

"Siga por um caminho novo e cosmopolita, rico em história, cultura, arte e belezas naturais".


As cidades da Zona da Mata que fazem parte deste circuito são: Ewbank da Câmara, Juiz de Fora, Matias Barbosa, Santana do Deserto, Santos Dumont e Simão Pereira.


Localizado nos contrafortes da Serra da Mantiqueira, o Circuito Caminho Novo possui uma das mais belas paisagens mineiras e apresenta uma variedade de atrações. Além de locais para prática de esportes radicais, guarda interessantes atrativos culturais. A cidade de Juiz de Fora se destaca por ser referência regional, já que é um dos mais importantes polos econômicos de Minas Gerais.


Para quem gosta de um bom passeio cultural, as melhores opções são: o Museu Mariano Procópio - que possui peças de inestimável valor histórico e artístico - e a primeira usina hidrelétrica da América do Sul, em Juiz de Fora. Em Santos Dumont, o Museu Cabangu, que tem seu acervo destinado à memória de Santos Dumont. E toda a região possui belos casarões do século 19 e início do 20, que foram sedes das grandes fazendas produtoras de café, como a Fazenda Soledade, uma das primeiras a plantar café no Brasil. O artesanato também é muito rico, destacando-se os carros de boi em madeira, produtos feitos com folhas de bananeira e deliciosos doces.


Para os adeptos do ecoturismo, o circuito oferece imperdíveis percursos da Estrada Real e belezas naturais como a Cachoeira da Saudade, em Santana do Deserto, e a Barragem Chapéu D'Uvas, em Ewbank da Câmara, local apropriado para esportes náuticos e caminhadas.


O Caminho Novo teve origem em 1709, a partir da incessante tarefa de Garcia Rodrigues Paes de reduzir o tempo de viagem até o porto do Rio de Janeiro, destino do ouro e dos diamantes extraídos das Minas Gerais. Desde 1689, o transporte era realizado através do Caminho Velho. Pelo Caminho Novo, passaram os conjurados mineiros para serem julgados e condenados no Rio de Janeiro. Por ele também, foram espalhados os restos mortais de Tiradentes.


Esta rota nada mais era do que as antigas trilhas de migração indígena. Com o comércio intensificado entre a Capitania de Minas Gerais e a corte portuguesa, surgiram os primeiros núcleos de povoamento da Zona da Mata mineira, antigo "Cantão da Mantiqueira". Ainda hoje esses municípios preservam monumentos que retratam a história do Caminho Novo.


Cerimônia de Certificação realizada em 20 de agosto de 2008.

Certificação renovada 2009/2010.


Presidente
Danielle Feyo Lopes
32 3690-7122
32 9123-7008
daniellerf@pjf.mg.gov.br
dfeyo@hotmail.com


Vice-presidente
Geovane Vieira
32 3252-7411
32 8834-8191
desenvolvimento@santosdumont.mg.gov.br


Secretária
Natalie de C. Barbosa
32 3275-1052
32 9902-2131


Assessoria de Imprensa
Patrícia Gualberto
32 8806-5983
patriciagualberto@yahoo.com


Sede
Av. Cardoso Saraiva, 249 - Centro
CEP 36120-000
Matias Barbosa
Tel. 32 3690-7122



Atualizado em 28 de abril de 2011

 

Enviar link