Turismo

Circuitos

Montanhas Mágicas da Mantiqueira

© Bruno Guilarducci Aiuruoca - Queijo parmesão - Bruno Guilarducci Queijo parmesão

Um paraíso no Sul de Minas


No Sul de Minas, numa belíssima parte da Serra da Mantiqueira, está o conjunto das pequenas e aconchegantes cidades que formam o Circuito Montanhas Mágicas da Mantiqueira. São elas: Aiuruoca, Andrelândia, Arantina, Bom Jardim de Minas, Minduri, Passa Vinte, São Vicente de Minas e Seritinga. O nome do circuito é sugestivo por traduzir como magia os encantos naturais e a vibração que emana dos pontos mais altos da Mantiqueira, onde se escondem inúmeras cachoeiras, picos, bosques e trilhas.


A média de altitude das cidades do circuito é de 930 m, formando mais um destacado conjunto de terras altas do Estado de Minas Gerais. Em suas matas, ainda se encontram capivaras, pacas, jacus, marrecos, codornas e várias outras espécies de animais e aves que constituem a fauna local.


A história da região está ligada às origens da formação das Minas Gerais. Sendo rota das Bandeiras, ali surgiram pontos de apoio como pousos ou roçados, e alguns desses lugares se desenvolveram e acabaram se tornando municípios. A data mais antiga de que se tem registro é a de 1706, com a chegada do bandeirante João de Siqueira Afonso, que, quatro anos antes, havia descoberto ouro às margens do Rio das Mortes, região onde hoje estão São João del-Rei e Tiradentes. João Siqueira deu início a um povoado que hoje é o município de Aiuruoca.


O circuito é rico na oferta de atrativos naturais e culturais. Aiuruoca é privilegiada com belas paisagens, como o Pico do Papagaio, o Vale do Matutu, cabeceiras sagradas em tupi-guarani. Aiuruoca é também a cidade sede do Circuito e onde se localiza a agência de turismo que opera este circuito (MMA Ecoturismo).


O artesanato regional, produzido por habilidosas mãos, constitui-se de bordados, crochês e da renda turca, por influência da cultura libanesa. Boas peças podem ser encontradas no comércio de Seritinga. Além disso, o circuito é pródigo em indústrias de laticínios. Queijos deliciosos, bem mineiros, ali são produzidos. Receitas de queijos europeus também são feitas pelos laticínios. E, se há fabricação de queijos, há também a de doces. Essa popular dupla, doce com queijo, não pode faltar em um bom cardápio mineiro. O município também é ponto de encontro do Rio dos Franceses e do Rio Aiuruoca, que apresentam lindas cachoeiras em seu percurso.


Bom Jardim de Minas lidera no Circuito o turismo religioso, atraindo milhares de romeiros, com sua antiga Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus do Matozinho, construída em meados do século 18. Também oferece cachoeiras e montanhas, entre as quais se destaca o Morro do Caxambu, com seu Cristo Redentor, que se avista de toda a região.


Em Arantina, podem ser visitados: o Museu Biblioteca Instituto Ovídio Antônio Pires, a Estação da Cultura, o Anfiteatro Padre Dislau, além das apresentações de Folias de Reis e da banda Corporação Arantinense.


Andrelândia se sobressai pelos casarões históricos, pelo Parque Arqueológico da Serra de Santo Antônio, com suas famosas inscrições rupestres de três mil anos, e pela Igreja do Rosário, construída no século 18. Frutas como figo, uva, maçã, damasco, pera, pêssego, ameixa e castanhas diversas, em razão do clima frio, são cultivadas em Andrelândia.


Em Minduri, entre os muitos atrativos naturais, a Chapada das Perdizes, com suas formações rochosas e grutas, é uma visão deslumbrante e maravilhosa que não dá para ser descrita - tem de ser visitada. Possui também um rico artesanato e belas cachoeiras.


Quem vai à Passa Vinte, na divisa com o Estado do Rio de Janeiro, depara-se com seu principal atrativo: a Pedreira do Carapuça, de visitação obrigatória. Cercado de montanhas e localizado no Vale do Rio Preto, o município oferece inúmeras cachoeiras e grutas, além de belos recantos de lazer.


São Vicente de Minas é um espetáculo único das expressões culturais e artísticas. Destaca-se pelos queijos finos e bem mineiros, pelos doces e pelas frutas diversas, complementados com deliciosos vinhos e cachaças.


O Circuito Turístico Montanhas Mágicas da Mantiqueira oferece a tradicional hospitalidade mineira, a tranquilidade do interior, as belezas da Mantiqueira mineira, a religiosidade do povo e a animação das festas populares. Um destino cuja visita, sem dúvida, torna-se inesquecível.


O Circuito foi certificado em 25 de março de 2005.
Certificação renovada em 2008.


Presidente
Márcio Muniz Fernandes
35 8802-4635
35 3332-1008
marciomuniz@correiodopapagaio.com.br


Sede do Circuito
Praça Monsenhor Nagel, 22 - Centro
CEP 37450-000
Aiuruoca
35 3344-1924


Endereço para correspondência
Rua Dr. Olavo Gomes Pinto, 61, sl. 207 - Centro
CEP 37470-000
São Lourenço


A agência que opera este circuito é:
MMA Ecoturismo
- Aiuruoca
35 3344-1601


Atualizado em 17 de agosto de 2009.

 

Enviar link