Minas Gerais

História

Senac
  • Logo Senac Minas
  •  
  • Hotel Grogotó

31. Tancredo de Almeida Neves

Tancredo Neves

Tancredo de Almeida Neves

Cronologia
Nasceu: 4 março de 1910
Faleceu: 21 abril de 1985
Filiação: Francisco de Paula Neves e Antonina de Almeida Neves
Natural de São João del-Rei

Formação
Bacharel em Direito pela Universidade de Minas Gerais - 1932

Atividades
Advogado
Promotor da Comarca de São João del-Rei
Vereador, presidente da Câmara e prefeito em exercício de São João del-Rei
Deputado Estadual - 1947 a 1951
Deputado Federal - 1951 a 1953 / 1966 a 1978
Ministro da Justiça - 1953 a 1954
Diretor do Banco de Crédito Real - 1954
Diretor da Carteira de Amortização do Banco do Brasil - 1956
Presidente interino do Banco do Brasil (no mandato de Juscelino Kubitschek)
Secretário de Finanças do Estado de Minas Gerais - 1958
Primeiro Ministro - 1962
Senador -1978
Governador de Minas Gerais - 1983
Presidente do Brasil - 1985

Trajetória de vida
Tancredo Neves, um dos mais expressivos nomes da política nacional contemporânea, começou seus estudos em São João del-Rei. Depois, transferiu-se para Belo Horizonte para cursar Direito. Ao concluir o curso, o jovem bacharel em Direito retorna a sua cidade e ali começa sua carreira profissional e política. Era época também de constituir família, casou-se em 1938 com Risoleta Tolentino, mineira de Cláudio, com quem teve três filhos: Inês Maria, Maria do Carmo e Tancredo Augusto.

Sua carreira política é interrompida em 1937 com a ascensão do Estado Novo. Voltaria à atividade política só em 1945 com a queda de Getúlio Vargas. A partir daí, Tancredo Neves iria participar ativamente da vida política do país até a sua morte, sendo o único político brasileiro a ocupar o cargo de Primeiro-Ministro. "Tenhamos fé em todos estes fatores de confiança, e esperemos que o povo brasileiro, através deste órgão da soberania nacional, confie, igualmente, na ação deste Governo, chamado à prestação de serviço tão grave e árduo quanto empolgante. Poremos, na sua execução, todas as disponibilidades de trabalho, de dedicação, de estudo e ação de que formos capazes, certos de que o momento assim o exige do Governo e de todos os governantes." Discurso de Posse - 28 de setembro de 1961.

Em 1984, Tancredo aceitou o desafio de se candidatar à Presidência da República e, com o apoio de Ulysses Guimarães, venceu as eleições em 15 de janeiro de 1985.

"Restaurar a democracia é restaurar a República. É edificar a Nova República, missão que estou recebendo do povo e se transformará em realidade pela força não apenas de um político, mas de todos os cidadãos brasileiros". Discurso de novembro de 1984, em Vitória, Espírito Santo, quando lançou a Nova República.

Foi eleito o primeiro presidente civil em mais de 20 anos. Apesar de indireta, a eleição de Tancredo foi recebida com grande entusiasmo pela maioria dos brasileiros. No entanto, Tancredo não chegou a assumir a Presidência. Na véspera da posse, foi internado no Hospital de Base, em Brasília, com fortes dores abdominais e José Sarney toma seu lugar interinamente no dia seguinte, em 15 de março de 1985. Depois de sete cirurgias, faleceu vítima de infecção generalizada. Deu-se uma comoção nacional, tantas as esperanças que haviam sido depositadas em Tancredo.

Pela Lei nº 7.465, de 21.04.1986, no artigo 1º, determinou-se que 'o cidadão Tancredo de Almeida Neves, eleito e não empossado, por motivo de seu falecimento, figurará na galeria dos que foram ungidos pela Nação brasileira para a Suprema Magistratura, para todos os efeitos legais.'

Homenagem/Título/Prêmio
Em homenagem, seu nome foi dado:
Dá nome ao Instituto Tancredo Neves de Estudos Políticos e Sociais.
Dá nome ao aeroporto da região metropolitana de Belo Horizonte - Aeroporto Internacional Tancredo Neves.
Dá nome à Cidade Administrativa do Estado de Minas Gerais
Dá nome a várias escolas, faculdades, ruas e avenidas no Brasil.
Filme de longa-metragem A céu aberto, de João Batista de Andrade
Biografia Tancredo Neves - a trajetória de um liberal (1985), escrita por sua sobrinha Lucília de Almeida Neves Delgado e Vera Alice Cardoso, a partir de depoimento dado pelo tio.

Título
Doutor Honoris Causa das Faculdades Cândido Mendes
Doutor Honoris Causa da Universidade de Lisboa

Enviar link