Minas Gerais

História

Senac
  • Logo Senac Minas
  • Hotel Grogotó
  •  

Governadores de Minas

Capitania do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais
1693 – Antônio Pais de Sande
1695 – Sebastião de Castro Caldas
1697 – Artur de Sá e Menezes
1702 – D. Álvaro da Silveira e Albuquerque
1705 – D. Fernando Martins Mascarenhas de Lencastro
1709 – Antônio de Albuquerque Coelho de Carvalho


Capitania de São Paulo e Minas Gerais
1710 – Antônio de Albuquerque Coelho de Carvalho
1713 – D. Brás Baltasar da Silveira
1717 – D. Pedro de Almeida, Conde de Assumar


Capitania de Minas Gerais
1720 a 1732 – D. Lourenço de Almeida
1732 a 1735 – André de Melo e Castro, Conde de Galveias
1735 a 1736 – Gomes Freire de Andrade, Conde de Bobadela (primeira vez)
1736 a 1737 – Martinho de Mendonça de Pina e Proença
1737 a 1752 – Gomes Freire de Andrade, Conde de Bobadela (segunda vez)
1752 a 1758 – José António Freire de Andrade
1759 a 1763 – Gomes Freire de Andrade, Conde de Bobadela (terceira vez)
1763 a 1763 – António Álvares da Cunha, Conde da Cunha (interino)
1763 a 1768 – Luís Diogo Lobo da Silva
1768 a 1773 – José Luís de Menezes Abranches Castelo Branco, Conde de Valadares
1773 a 1775 – António Carlos Furtado de Mendonça
1775 a 1775 – Pedro António da Gama Freitas (interino)
1775 a 1780 – Antônio de Noronha
1780 a 1783 – Rodrigo José de Menezes e Castro
1783 a 1788 – Luís da Cunha e Menezes, Conde de Lumiares
1788 a 1797 – Luís António Furtado de Castro do Rio de Mendonça e Faro, Visconde de Barbacena
1797 a 1803 – Bernardo José Maria Lorena e Silveira
1803 a 1810 – Pedro Maria Xavier de Ataíde e Melo, Conde de Condeixa
1810 a 1814 – Francisco de Assis Mascarenhas
1814 a 1821 – Manuel Francisco Zacarias de Portugal e Castro


Província de Minas Gerais
1824 a 1826 – José Teixeira de Fonseca e Vasconcellos, Visconde de Caeté
1831 a 1833 – Manuel Inácio de Melo e Sousa, Barão de Pontal
1833 a 1833 – José de Araújo Ribeiro, Visconde de Rio Grande
1833 a 1834 – António Paulino Limpo de Abreu
1834 a 1836 – Manuel Dias de Toledo
1836 a 1837 – Antônio da Costa Pinto
1837 a 1839 – José Cesário de Miranda Ribeiro, Visconde de Uberaba
1839 a 1840 – Bernardo Jacinto da Veiga (primeira vez)
1841 a 1841 – Manuel Machado Nunes
1842 a 1842 – Carlos Carneiro de Campos, Visconde de Caravelas (primeira vez)
1842 a 1842 – Herculano Ferreira Pena (primeira vez)
1842 a 1843 – Bernardo Jacinto da Veiga (segunda vez)
1843 a 1844 – Francisco José de Sousa Soares de Andréa, Barão de Caçapava
1844 a 1847 – Quintiliano José da Silva
1847 a 1848 – José Pedro Dias de Carvalho
1848 a 1848 – Bernardinho José de Queiroga
1848 a 1849 – José Ildefonso de Sousa Ramos
1850 a 1850 – Alexandre Joaquim de Sequeira
1850 a 1852 – José Ricardo de Sá Rego
1852 a 1853 – Luís Antônio Barbosa
1853 a 1853 – José Lopes da Silva Viana (vice-presidente)
1853 a 1856 – Francisco Diogo Pereira de Vasconcelos (primeira vez)
1856 a 1857 – Herculano Ferreira Pena (segunda vez)
1857 a 1857 – Joaquim Delfino Ribeiro da Luz
1857 a 1860 – Carlos Carneiro de Campos, Visconde de Caravelas (segunda-vez)
1860 a 1860 – Manuel Teixeira de Sousa, Barão de Camargos (primeira vez) (vice-presidente)
1860 a 1860 – Joaquim Delfino Ribeiro da Luz (vice-presidente)
1860 a 1861 – Padre Vicente Pires da Mota
1861 a 1861 – Manuel Teixeira de Sousa, Barão de Camargos (segunda vez) (vice-presidente)
1861 a 1862 – José Bento da Cunha Figueiredo
1862 a 1862 – Joaquim Camilo Teixeira da Mota (vice-presidente)
1862 a 1862 – José Joaquim Fernandes Torres (vice-presidente)
1862 a 1863 – Francisco Diogo Pereira de Vasconcelos (segunda vez)
1863 a 1864 – José Crispiniano Soares
1864 a 1864 – Fidelis de Andrade Botelho (vice-presidente)
1864 a 1865 – Pedro Alcântara Cerqueira Leite
1865 a 1867 – Joaquim Saldanha Marinho
1867 a 1868 – José da Costa Machado de Sousa
1868 a 1868 – Manuel Teixeira de Sousa, Barão de Camargos (terceira vez)
1868 a 1869 – Domingos de Andrade Figueira
1869 a 1870 – José Maria Correia de Sá e Benevides
1870 a 1870 – José Agostinho Ferreira Bretãs
1870 a 1871 – Antônio Luís Afonso de Carvalho
1871 a 1871 – Francisco Leite da Costa Belém (primeira vez)
1871 a 1872 – Joaquim Pires Machado Portela
1872 a 1872 – Francisco Leite da Costa Belém (segunda vez)
1872 a 1873 – Joaquim Floriano de Godói
1873 a 1873 – Francisco Leite da Costa Belém (terceira vez)
1873 a 1874 – Venâncio José de Oliveira Lisboa
1874 a 1874 – Francisco Leite da Costa Belém (quarta vez)
1874 a 1875 – João Antônio de Araújo Freitas Henriques
1875 a 1875 – Francisco Leite da Costa Belém (quinta vez)
1875 a 1876 – Francisco Bonifácio de Abreu, Barão da Villa da Barra
1876 a 1877 – Manuel Teixeira de Sousa, Barão de Camargos
1877 a 1878 – João Capistrano Bandeira de Melo
1878 a 1878 – Elias Pinto de Carvalho
1878 a 1878 – Francisco de Paula da Silveira Lobo
1878 a 1879 – Joaquim José de Sant'Anna (primeira vez)
1879 a 1879 – Manuel José Gomes Rebelo Horta
1879 a 1880 – Joaquim José de Sant'Anna (segunda vez)
1880 a 1880 – Graciliano Aristides do Prado Pimentel
1880 a 1881 – José Francisco Neto
1881 a 1881 – João Florentino Meira de Vasconcelos
1881 a 1882 – Joaquim José de Sant'Anna (terceira vez)
1882 a 1882 – Teófilo Benedito Ottoni
1882 a 1883 – José Joaquim de Sant'Anna (quarta vez)
1883 a 1884 – Antônio Gonçalves Chaves
1884 a 1884 – José Antônio Alves de Brito (primeira vez)
1884 a 1885 – Olegário Herculano d'Aquino e Castro
1885 a 1885 – José Antônio Alves de Brito (segunda vez)
1885 a 1886 – Manuel do Nascimento Machado Portela
1886 a 1887 – Francisco de Faria Lemos
1887 a 1887 – Antônio Teixeira de Sousa Magalhães, Barão de Camargos (primeira vez)
1887 a 1887 – Carlos Augusto d'Oliveira Figueiredo
1887 a 1887 – Antônio Teixeira de Sousa Magalhães, Barão de Camargos (segunda vez)
1887 a 1888 – Luís Eugênio Horta Barbosa
1888 a 1888 – Antônio Teixeira de Sousa Magalhães, Barão de Camargos (terceira vez)
1888 a 1889 – Antônio Gonçalves Ferreira
1889 a 1889 – Antônio Teixeira de Sousa Magalhães, Barão de Camargos (quarta vez)
1889 a 1889 – João Baptista dos Santos, Barão de Ibituruna.


Governo Provisório Republicano
17 de novembro de 1889 a 24 de novembro de 1889 – Antônio Olinto dos Santos Pires
25 de novembro de 1889 a 10 de fevereiro de 1890 – José Cesário de Faria Alvim (primeira vez)
11 de fevereiro de 1890 a 20 de julho de 1890 – João Pinheiro da Silva (primeira vez) (vice-governador)
20 de julho de 1890 a 23 de julho de 1890 – Domingos José da Rocha
24 de julho de 1890 a 11 de fevereiro de 1891 – Crispim Jacques Bias Fortes (quatro exercícios consecutivos)
12 de fevereiro de 1891 a 17 de março de 1891 – Frederico Augusto Álvares da Silva
18 de março de 1891 a 16 de Junho de 1891 – Antônio Augusto de Lima


Presidentes do Estado de Minas Gerais
16 de junho de 1891 a 18 de junho de 1891 – Eduardo Ernesto da Gama Cerqueira (primeira vez)
18 de junho de 1891 a 9 de fevereiro de 1892 – José Cesário de Faria Alvim (segunda vez)
9 de fevereiro de 1892 a 13 de julho de 1892 – Eduardo Ernesto da Gama Cerqueira
14 de julho de 1892 a 7 de setembro de 1894 – Afonso Augusto Moreira Pena
7 de setembro de 1894 a 7 de setembro de 1898 – Crispim Jacques Bias Fortes (segunda vez)
7 de setembro de 1898 a 21 de fevereiro de 1902 – Francisco Silviano de Almeida Brandão
21 de fevereiro de 1902 a 7 de setembro de 1902 – Joaquim Cândido da Costa Sena
7 de setembro de 1902 a 7 de setembro de 1906 – Francisco Antônio de Sales
7 de setembro de 1906 a 25 de outubro de 1908 – João Pinheiro da Silva (segunda vez)
27 de outubro de 1908 a 3 de abril de 1909 – Júlio Bueno Brandão (primeira vez)
3 de abril de 1909 a 7 de setembro de 1910 – Wenceslau Brás Pereira Gomes
7 de setembro de 1910 a 7 de setembro de 1914 – Júlio Bueno Brandão (segunda vez)
7 de setembro de 1914 a 7 de setembro de 1918 – Delfim Moreira da Costa Ribeiro
7 de setembro de 1918 a 7 de setembro de 1922 – Artur da Silva Bernardes
7 de setembro de 1922 a 4 de agosto de 1924 – Raul Soares de Moura
4 de agosto de 1924 a 21 de dezembro de 1924 – Olegário Dias Maciel (primeira vez)
21 de dezembro de 1924 a 7 de setembro de 1926 – Fernando de Melo Viana
7 de setembro de 1926 a 7 de setembro de 1930 – Antônio Carlos Ribeiro de Andrada
7 de setembro de 1930 a 5 de setembro de 1933 – Olegário Dias Maciel (segunda vez)
5 de setembro de 1933 a 15 de dezembro de 1933 – Gustavo Capanema Filho


Interventores federais no Estado de Minas Gerais
15 de dezembro de 1933 a 4 de novembro de 1945 – Benedito Valadares Ribeiro
4 de novembro de 1945 a 3 de fevereiro de 1946 – Nísio Batista de Oliveira (Presidente do Tribunal de Justiça)
3 de fevereiro de 1946 a 14 de agosto de 1946 – João Tavares Correia Beraldo
14 de agosto de 1946 a 16 de novembro de 1946 – Júlio Ferreira de Carvalho
17 de novembro de 1946 a 20 de dezembro de 1946 – Noraldino Lima
21 de dezembro de 1946 a 19 de março de 1947 – Alcides Lins


Governadores do Estado de Minas Gerais
19 de março de 1947 a 31 de janeiro de 1951 – Milton Soares Campos
31 de janeiro de 1951 a 31 de março de 1955 – Juscelino Kubitschek de Oliveira
31 de março de 1955 a 31 de janeiro de 1956 – Clóvis Salgado da Gama
31 de janeiro de 1956 a 31 de janeiro de 1961 – José Francisco Bias Fortes
31 de janeiro de 1961 a 31 de janeiro de 1966 – José de Magalhães Pinto
31 de janeiro de 1966 a 15 de março de 1971 – Israel Pinheiro da Silva
15 de março de 1971 a 15 de março de 1975 – Rondon Pacheco
15 de março de 1975 a 5 de julho de 1978 – Antônio Aureliano Chaves de Mendonça
5 de julho de 1978 a 15 de março de 1979 – Levindo Ozanan Coelho
15 de março de 1979 a 15 de março de 1983 – Francelino Pereira dos Santos
15 de março de 1983 a 14 de agosto de 1984 – Tancredo de Almeida Neves
14 de agosto de 1984 a 15 de março de 1987 – Hélio de Carvalho Garcia (primeira vez)
15 de março de 1987 a 15 de março de 1991 – Newton Cardoso
15 de março de 1991 a 1 de janeiro de 1995 – Hélio de Carvalho Garcia (segunda vez)
1 de janeiro de 1995 a 1 de janeiro de 1999 – Eduardo Brandão de Azeredo
1 de janeiro de 1999 a 1 de janeiro de 2003 – Itamar Augusto Cautiero Franco
1 de janeiro de 2003 a 1 de janeiro de 2007 – Aécio Neves da Cunha
1 de janeiro de 2007 a 31 de março de 2010– Aécio Neves da Cunha
1 de abril de 2010 a 4 de abril de 2014 - Antônio Augusto Junho Anastásia
4 de abril de 2014 a 1 de janeiro de 2015 - Alberto Pinto Coelho
1 de janeiro de 2015 - Fernando Damata Pimentel

Enviar link