Cultura

Manifestações Culturais Tradicionais

Senac
  • Logo Senac Minas
  • Hotel Grogotó
  •  

08. Origem e evolução da quadrilha

De onde vem a quadrilha? Não há dúvida alguma que ela chegou ao Brasil através da França. O próprio pesquisador Mário de Andrade a define como "dança de salão, aos pares, de origem francesa, e que passou a set dançada também ao ar livre, nas festas do mês de junho, em louvor a São João, Santo Antônio e São Pedro. Os participantes obedecem às marcas ditadas por um organizador de dança. O acompanhante tradicional das quadrilhas é a sanfona.


Os estudiosos e pesquisadores musicais dizem que ela foi introduzida no Brasil no início do século 19, com a vinda da Corte Real Portuguesa e com as várias missões culturais francesas que estiveram no país na msma época.


A aceitação da quadrlha foi instantânea, transformando-se quase numa dança oficial de todos os saraus elegantes e, segundo relata Pereira da Costa em trabalho sobre folclore, publicado em 1908, já havia chegado ao povo e vulgarizado em 1837.

 

Também Melo Morais Filho, no livro "Festas e Tradições Populares no Brasil", afirma que a quadrilha já tão popular em 1853 que tinha se transformado numa dança de corporações profissionais, uma delas a dos barbeiros cariocas, que a executavam nas Folias do Divino.

A observação de Melo Morais Filho é, por sinal, muito curiosa, pois fornece uma dado muito importante de como a quadrilha chegou nas festas juninas.

 

É só olhar o caledário e observar que a Festa do Divino, em que se comemora o Espírito Santo, é celebrada no mês de junho e das datas dedicadas aos santos juninos.


Por uma questão de aculturação simples, aquela dança, de forte apelo popular, rapidamente conquistou imensa massa popular, rapidamente conquistou imensa massa popular que já fazia das festas de junho uma das suas maiores manifestações. 

 

E a quadrilha chegou a São João, Santo Antônio e São Pedro.


Para não mais deixar.

Enviar link