Cultura

Manifestações Culturais Tradicionais

Senac
  • Logo Senac Minas
  •  
  • Hotel Grogotó

Culinária Típica

O descubraminas.com tem uma seção especialmente dedicada à Culinária Mineira. Nela, estão receitas e informações sobre as delícias de Minas Gerais. Entretanto, é importante salientar que o nosso cardápio tem origens nos mais variados povos imigrantes, que aqui fizeram suas adaptações, substituições e misturas de ingredientes, dando um toque especial à comida mineira e diferindo-a das demais do Brasil. Assim, apenas a título de exemplo, herdamos dos:

- Portugueses - o bacalhau, o vinho, a azeitona, o azeite e as variadas utilizações da carne de porco.

- Sírios libaneses - o quibe e o rocambole.

- Italianos - o vinho e as massas como a pizza, o macarrão, pães, roscas e biscoitos.

- Alemães - o repolho, a cerveja e os embutidos.

- Franceses - queijos, pães e vinhos.

- Ingleses - larga utilização da batata e do vinho.

- Chineses - o arroz.


Os portugueses, exímios comerciantes e navegadores, levavam e traziam de onde passavam toda sorte de alimentos, temperos e bebidas do mundo - do ocidente ao oriente. Das Índias, trouxeram a manga, o açafrão e vários tipos de pimenta; da África, o jiló, o quiabo, o maxixe e bananas de vários tipos; do México, o abacate; do mundo árabe, a alface e o açúcar.


Vale citar, também, que os portugueses, quando aqui chegaram, encontraram em Minas Gerais frutas tropicais como o ananás, pequi, araçá, goiaba, jabuticaba, araticum-do-campo ou "cabeça de nego", umbu, buriti, dentre outras, e que muitas tribos indígenas do litoral já usavam, de várias formas, a mandioca, o milho, o cará, a batata doce e o mel. E assim, dentre tantas heranças - brasileiras e estrangeiras, foi se constituindo a culinária mineira, com características próprias decorrentes do processo histórico de cada região do Estado.


Muitas receitas se perderam e de várias não se sabe a origem, porque as senhoras estrangeiras - donas de casa - e as escravas, além de manterem em segredo várias receitas, característica que lhes era própria como quitandeiras, eram analfabetas e não registravam seus legados. Os famosos "caderninhos de receitas" só surgiram em meados do século 19, com a criação dos colégios internos femininos, que formaram as primeiras professoras. Essas eram orientadas, nas aulas de educação doméstica, a montarem seus cadernos de receitas.


Assim, o apetitoso cardápio mineiro é fruto de uma rica e diversificada herança cultural dos diversos povos que, ao longo da história, vieram se integrar à sociedade mineira, em diferentes regiões do Estado.


Enviar link

© Henry Yu Belo Horizonte - Pães de queijo - Henry Yu Pães de queijo
© Henry Yu Belo Horizonte - Doce de leite com queijo - Henry Yu Doce de leite com queijo
© Henry Yu Belo Horizonte - Frango com quiabo - Henry Yu Frango com quiabo