Cultura

Artes

Senac
  • Logo Senac Minas
  • Hotel Grogotó
  •  

Materiais Pictóricos

Quanto ao material pictórico, os artistas eram responsáveis pela preparação das próprias tintas, utilizando-se de pigmentos e material aglutinante. A técnica mais utilizada em Minas Gerais foi a  têmpera. A têmpera é uma técnica utilizada desde a antiguidade, que utiliza pigmentos misturados a uma emulsão e fixada com a clara e a gema do ovo que servem de agente. A têmpera a óleo é a técnica de se misturar algum óleo, geralmente de origem vegetal, a este preparado.


Uma pesquisa realizada pelo Centro de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis da Escala de Belas Artes da UFMG revelou interessantes descobertas quanto a técnicas e pigmentos utilizados pelo mestre Manoel da Costa Ataíde no forro da  nave da igreja de São Francisco de Assis em Ouro Preto.


Gesso (gipsita) - direto no suporte da pintura.


Branco de chumbo (cerusita)  e carbonato de cálcio (calcita) -  utilizado para  complementar a base do suporte.


Pigmento branco - branco de chumbo.


Pigmento preto  -  carvão vegetal – usado nos tons de sombreado.


Pigmentos amarelos - ocre amarelo (goethita e lepidocrocita) e ouro pigmento


Pigmento vermelho - Vermelhão (sulfato de mercúrio pulverizado), óxido de ferro e hematita


Pigmento marrom - terra natural de óxido de ferro


Pigmento verde -  acetato diabásico de cobre


Pigmento azul - azul da Prúsia (ferrocianeto de ferro)


Verniz - é um material transparente que pode apresentar vários graus de brilho, tenacidade, flexibilidade e proteção. O grau destes itens é determinado pela sua composição. Com a  aplicação do verniz  é possível dar à obra  luminosidade e translucidez.


Laca vermelha -  extraída de vegetais da família das rubiáceas. 

Enviar link